IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia
TV Rádio Notícias Interatividade

Carnaval Ouro Negro promove blocos de matriz africana no Carnaval de Salvador

Foto: Divulgação – Ilé Aiyê

*Do Pelourinho Cultural

A Secretaria de Cultura da Bahia, através do programa de fomentoCarnaval Ouro Negro, apóia pelo terceiro ano consecutivo o desfile de blocos de matriz africana durante o Carnaval. Neste ano, 120 entidades entre afoxés, blocos afro, de índio, de samba, de reggae e de percussão se apresentam nos circuitos Batatinha, Dodô e/ou Osmar.


“O Carnaval tem uma dinâmica própria. O que estamos fazendo através do Programa Ouro Negro é na intenção de equilibrar o mercado, para que esse Carnaval não se perca”, explica o Secretário de Cultura Márcio Meirelles. “Não é só dar dinheiro aos blocos – é construir, é dar visibilidade a esses grupos e apoiá-los na busca pela sustentabilidade”, defende o secretário.

Catálogo Ouro Negro
– A Secretaria de Cultura do Estado lança oCatálogo Ouro Negro 2010, novamente em pareceria com Secretaria de Turismo (SETUR), Secretaria de Promoção e Igualdade Social (SEPROMI), Instituto de Águas e Climas da Bahia (INGÁ) e SEBRAE, no Forte Santo Antônio Além do Carmo.

A edição ilustrada e bilíngüe (português e inglês) traça um perfil de entidades que se inscreveram no programa nos últimos dois anos, com levantamento de informações sobre os afoxés e os blocos afro, de índio, samba, percussão e reggae de Salvador. A idéia é dar visibilidade aos grupos atraindo novos foliões e patrocinadores. A distribuição será realizada antes e depois do Carnaval em agências de viagens, hotéis, jornais e revistas especializadas, entre outros públicos, do Brasil e do exterior.

Neste ano, 128 entidades integram o catálogo tendo suas informações coletadas, registradas e publicadas no Catálogo Ouro Negro. O criador do samba reggae e fundador da Escola Percussiva Didá, Neguinho do Samba, Mãe Hilda do Ilê Aiyê e o militante Jônatas da Conceição, são os homenageados do Catálogo Ouro Negro 2010 que traz informações dos 125 blocos que se inscreveram no Programa Ouro Negro.

RESUMO
Blocos de matriz africana apoiados pelo Programa em 2010: 120.
Entidades mapeadas no Catálogo Ouro Negro: 128 (58 afros, 23 afoxés, 22 samba, 14 percussão, 3 índio, 7 reggae).

Tags: , , , ,

Deixe um comentário

 
Governo da Bahia  ©2020 | IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia. Secretaria da Educação do Estado da Bahia.