IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia
TV Rádio Notícias Interatividade

5ª Marcha do Empoderamento Crespo destaca a força das mulheres negras

Marcha do Empoderamento CrespoComemorando 5 anos de existência, a Marcha do Empoderamento Crespo (MEC) ganhará as ruas do centro da cidade. Fazendo parte do calendário de lutas em homenagem ao Dia Nacional da Consciência Negra, celebrado no dia 20 de novembro, a Marcha, que nos anos anteriores já levou mais de 30 mil pessoas para as ruas de Salvador, volta este ano referenciando o passado e o presente com homenagens a mulheres negras que fizeram história. A concentração será às 13h na praça do Campo Grande, no sábado, dia 30 de novembro.

A Marcha do Empoderamento Crespo foi criada, em julho de 2015, pela iniciativa e união de um grupo de mulheres negras auto-organizadas em torno da pauta estética entendida como ato político e como importante ferramenta na luta antirracista. Este coletivo atua com uma luta contínua contra iniquidades de gênero, de raça, sexualidade e de suas intersecções e realiza diversas atividades em toda a cidade. A principal atuação da MEC é nas escolas, realizando rodas de conversa e capacitações, com o objetivo de instrumentalizar a juventude negra, ajudando na formação de sua identidade, transformando ideias e mentiras construídas pelo racismo.


De acordo com Ivy Guedes, uma das fundadora da MEC, “nos colocamos no front da luta antirracista, ocupando e propondo eventos de cunho formativo e político em diferentes espaços, onde as crianças, a juventude e as mulheres negras são maioria. Buscamos um discurso não antiteórico, mas um discurso que transgrida fronteiras e faça ponte entre as comunidades periféricas e os direitos humanos.”

A Força do Empoderamento Crespo
Na sua quinta edição, a Marcha invade as ruas com o tema “A Força do Empoderamento Crespo – Meia Década de Ancestralidade, Continuidade e Luta”, reforçando a importância deste coletivo e de suas ações para mulheres, homens, jovens e crianças negras, durante estes anos. “Traremos o recorte temporal de meia década de existência deste coletivo para historicizar sua atuação e destacar sua participação como importante pedagogia de emancipação de crianças, jovens, homens e mulheres negras na Cidade do Salvador. Falaremos de força para referenciar a potência das mulheres reunidas, para visibilizar a explosão de bravura, insubmissão, construção e avanços civilizatórios que as mulheres negras têm encabeçado e mobilizado desde sempre. Tocaremos em ancestralidade e continuidade para marcar que nosso passos vêm de longe, que nos somamos à luta que nos antecede e nos atravessa, que somos a construção viva das que vieram antes de nós, somos nossas mães, avós e filhas, somos Luiza Mahin, Mãe Stella, Luiza Bairros e Angela Davis, somos Marielle Franco, somos todas e cada umas de nós”, finaliza Naira Gomes, uma das fundadoras da Marcha.

As atrações culturais da marcha neste ano reforçam o poder da força do empoderamento crespo, temos a força e o timbre de Matildes Charles, Banda Feminina Didá e da Mulherada, Guiguio e Visioonárias. Os tambores da Transbatucada e os xequerês da meninas do Maracatu Ventos de Ouro. O close certo do coletivo Afrobapho, desfile manifesto com a Focus Modas e Jovens Periféricos e ainda vai rolar um som com Dj Tia Carol, residente da Batekoo e Dj Paulilo, idealizador do Paulilo Paredão.

A comissão organizadora da V Marcha do Empoderamento Crespo, é formada por oito mulheres negras, Andrea Souza, Cecília das Dores, Dailza Araújo, Diana Mares, Ivy Guedes, Laíse Neres, Maraíse Massena e Naira Gomes, que entendem a importância de visibilizar corpos, afetos, ideais e luta, ocupando as ruas com planos e ações de liberdade, dignidade e bem viver!

O que: 5ª Marcha do Empoderamento Crespo – Salvador
Quando: 30 de novembro de 2019, concentração às 13h e saída às 14:30h
Onde: Praça do Campo Grande

Contato:  (71) 99140-8985
marchaempoderamentocrespo@gmail.com

Tags: ,

Deixe um comentário

 
Governo da Bahia  ©2020 | IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia. Secretaria da Educação do Estado da Bahia.