IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia
TV Rádio Notícias Interatividade

Mais de 100 Pontos de Cultura participaram do Seminário Cultura Viva


Secult
Da Sudecult

Evento também marcou lançamento da Central de Atendimento dos Pontos de Cultura e a assinatura de Termo de Cooperação com o IRDEB

Durante toda a manhã da ultima terça-feira, 14 de fevereiro, no Instituto Anísio Teixeira (IAT), foi realizada a primeira edição do Seminário Cultura Viva, uma frente de articulação que objetiva capacitar os agentes sociais envolvidos com os Pontos de Cultura da Bahia para atuar diante da Política Nacional de Cultura Viva. Mais de 100 entidades garantiram participação, enchendo presencialmente o auditório do evento, acompanhando nas salas de transmissão em diversos municípios ou ainda ao vivo pela internet. Barra, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Brumado, Cachoeira, Camaçari, Candeias, Feira de Santana, Guanambi, Lauro de Freitas, Paratinga, Porto Seguro, São Francisco do Conde, Saubara, Serrinha, Simões Filho, Sobradinho, Uruçuca, Vera Cruz e Vitória da Conquista foram algumas das cidades presentes.


A mesa de abertura foi formada pelo secretário estadual de Cultura, Jorge Portugal; pelo superintendente de Desenvolvimento Territorial da Cultura, Sandro Magalhães; pelo diretor geral do Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia (IRDEB), Flávio Gonçalves; pelo poeta Jorge Carrano, representando o Conselho Estadual de Cultura da Bahia (CEC-BA); e por Suely Melo, gestora cultural e membro da Comissão Estadual de Pontos de Cultura da Bahia.

Jorge Portugal relembrou uma premissa do ex-ministro da Cultura Gilberto Gil: “Ele se referiu ao ‘do-in antropológico’, que é justamente ir a esses pontos um tanto quanto escondidos, não tão visíveis, da nossa cultura, do nosso fazer, da nossa criatividade. Pontos que, pela primeira vez, descortinaram-se na institucionalidade cultural. E os Pontos de Cultura passaram a ser, para todos nós, um elemento de alta importância para nossa identidade”, introduziu ele. “Estamos hoje aqui, afirmando, pela Bahia, a continuidade dos Pontos de Cultura e o valor que eles representam. É um esforço conjunto de todos nós que estamos nessa sala e espalhados na Bahia inteira. Vida longa para a Cultura Viva da Bahia”, concluiu.

“Nós da Sudecult temos o compromisso, dentro da SecultBA, de conduzir a política de territorialidade, a política da cidadania cultural, o uso dos equipamentos culturais e a institucionalidade cultural”, resumiu Sandro Magalhães. “Nosso compromisso é de continuar mantendo o Cultura Viva na Bahia como uma referência nacional, mesmo diante de desafios, que podemos superar conjuntamente”, complementou. Sandro aproveitou a oportunidade para oficializar o lançamento da Central de Atendimento dos Pontos de Cultura da Bahia, serviço que será executado por uma equipe especializada e especialmente dedicada à tarefa. O atendimento funcionará de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 17h30, por diversos canais: telefone, e-mail, presencial e até mesmo pelo aplicativo Whatsapp.

Após as falas institucionais, Portugal entregou, diante da plateia, a primeira placa de identificação dos Pontos de Cultura da Bahia a Suely Melo, modelo que será distribuído a todas as instituições conveniadas. Depois, também assinou Termo de Compromisso com o IRDEB, representado por Flávio Gonçalves, com vistas a promover maior visibilidade ao programa e instituições envolvidas. “Tenho muita felicidade de estar aqui neste momento para firmar esta parceria. Exibir na TVE e na Rádio Educadora conteúdos produzidos pelos Pontos de Cultura é reafirmar o convite para que a sociedade baiana ocupe um espaço que é dela, que é a TV pública e a rádio pública da Bahia”, disse Gonçalves.

Feitas as oficialidades, os conteúdos do Seminário foram apresentados e discutidos ao longo de duas horas. Gestores dos Pontos de Cultura tiveram orientações especialmente focadas nos procedimentos para a realização correta da prestação de contas de seus projetos. O formato do evento possibilitou o esclarecimento de dúvidas de pessoas presentes no local e também das que participavam a distância.

Ao longo do ano, o Seminário Cultura Viva deve ter mais três módulos com temas distintos. Seu fundamento está na Lei Federal 13.018/2014, que instituiu a Política Nacional de Cultura Viva e transformou o Programa Cultura Viva numa política de Estado, e a Instrução Normativa 08/2016 do Ministério da Cultura (MinC), que atualiza e simplifica as práticas da gestão de Pontos de Cultura.

 

Tags: , , , , , , ,

Deixe um comentário

 
Governo da Bahia  ©2020 | IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia. Secretaria da Educação do Estado da Bahia.