IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia
TV Rádio Notícias Interatividade

IAT realiza curso de Formação Continuada – Africanidades e Educação

No período de 03 de maio a 07 de agosto, acontece o curso de Formação Continuada – Africanidades e Educação. O evento, que será realizado nos auditórios de videoconferência, disponibiliza vagas para docentes, gestores, coordenadores e demais servidores da rede pública de educação, com carga de 180 horas.

O Africanidades e Educação conta com 1305 vagas, sendo 870 para a rede estadual e 435 para a municipal. Clique AQUI e verifique se o seu munícipio possui o Termo de Adesão assinado com o IAT/SEC.


Inscrições:
REDE ESTADUAL: Realize sua inscrição através do SISTEMA ON LINE e preencha AQUI sua ficha (envie para o e-mail africanidades2010@gmail.com).

REDE MUNICIPAL: Realize sua inscrição, preenchendo AQUI sua ficha (envie para o e-mail africanidades2010@gmail.com).

Mais informações:
http://www.sec.ba.gov.br/iat/

 

Tags: , , ,

47 Comentários para “IAT realiza curso de Formação Continuada – Africanidades e Educação”

  1. ivete leitao disse:

    Srs.
    Para inscrever para o curso Africanidades e educação, eu nao sou professora da rede publica, porem trabalho com artes, oficinas de teatro para comunidades. Enfim…posso me inscrever? e quais saõ os criterios: Fico grata em obter essas informaçõe.s
    Aguardo retorno abs
    Ivete leitao

  2. DjBranco disse:

    Favor entra em contato com o IAT, eles iram lhe fornecer mais informações.

  3. Rose T. Rosa disse:

    Sou ROSE T. Rosa, 1ª Vereadora afro descendente, do município de Santo Amaro da Imperatriz, Santa Catarina…….Srs. Gostaria muito de obter informações sobre o curso…. Pois sou professora efetiva do Estado de Santa Catarina……Tenho interesse em fazer o curso de Africanidades e Educação….Tenho interesse em saber como me inscrever?quais os critérios pré estabelecidos????????? Agradeço pelas informações.Atenciosamente!!ROSE T. ROSA!

  4. Nivaldo pereira disse:

    Quero saber se o curso é só para funcionário público ou se algumas entidades podem parsticipar?

  5. Dária disse:

    sou coordenadora de uma Ong Chamada Casa do Sol Pe. Luis lintner , tenho interesse junto com o grupo de professores de participar do Curso. como fazer?

  6. adelina maria martins disse:

    olá eu quero saber se este curso será EAD e se pessoa de outros estado pode fazer

    eu sou de são paulo e trabalho com cultura etnicas e gostaria de poder aprender mais..

    adelina

  7. Dalgisa da Conceição Araújo da Silva disse:

    Gostaria muito de participar desse curso, pois trabalho com comunidades quilombolas, nas região da ilhas de abaetetuba/Pa, como coordenadora do Cras Quilombola, defendo ações afirmativas e políticas de promoção de igualdade racial, mas me vejo sem arcbouço teórico/científico para tal. Dalgisa Silva- Socióloga

  8. Dalgisa da Conceição Araújo da Silva disse:

    Gostaria muito de participar desse curso, pois trabalho com comunidades quilombolas em Abaetetuba/Pa, na região das ilhas, como coordenadora de um Centro de Referência da Assistência para comunidades quilombolas. Defendo as ações afirmativas e políticas de promoção da iguladade racial, porém preciso de marcos legais e referenciais teóricos para me embasar melhor nas minhas ações.

  9. Olá. Faço parte da Associação Santuário Sagrado Pai João de Araunda – ASPAJA, entidade articuladora da Rede Estcadual de Cultos Afro Brasileiros do Piauí e Saúde, trabalhamos com História e Cultura afro brasileira no Piauí,gostaria de saber como podemos participar? Pois este é curso de grande importância. Axé!

  10. Rosivalda Barreto disse:

    Acho que a coordenação do curso deveria analisar a participação de pessoas que não sejam funcionárias publicas estaduais diante da necessidade de promover uma educação anti-racista, anti-negro!

  11. ilzzte bomfim disse:

    gostaria de pa?rticipar do curso e não consigo me escrever. o que faço?

  12. mariaantoniabastosgonçalves disse:

    preciso da confirmaçao da minha inscriçao no curso de africanidade, e o local que assistirei as aulas.

  13. mariaantoniabastosgonçalves disse:

    ainda aguardoa confirmaçao

  14. DjBranco disse:

    Voçê tem que entra em contato com o IAT.

  15. DjBranco disse:

    Entra em contato com o IAT.

  16. Rozelandra Assis disse:

    Gostaria muito de participar do curso de formação continuada _ Africanidade e Educação.

  17. Zulua disse:

    Gostaria de participar do curso de formação continuada_ Africanidade e Educação. Ao observar datas e hórário da video conferencias, percebi que alguns vídeos são compativel com o meu horário de trabalho. Quero saber se os videos serão disponibilizados em outros horários.

  18. VILMARA disse:

    Onde encontrar o resultado de quem se inscreveu no curso de Africanidades?

  19. Maria Ivoneide de Jesus Rodrigues disse:

    Gostaria de ver a lista dos selecionados para o curso de Africanidades e Educação.

  20. bernardete de Lurdes souza e Silva disse:

    Muitos professores da Direc 27 não conseguiram fazer a inscrição do curso Africanidades e Educação, visto que na iscriçao on-line não aparece este curso. Quais procedimentos teremos que fazer? Aguardo resposta. Grata, pof. Bernardete( Direc 27 Seabra- Ba)

  21. DjBranco disse:

    Favor entra em contato com o pessoal do IAT. No site etem o telefone.

  22. Sonia Maria Carmo Farias disse:

    Bom dia!
    Gostaria de saber os dias que acontecerão o curso e, onde encontrar o resultado de quem se inscreveu no curso de Africanidades?

  23. Belarmina da Conceição Nogueira disse:

    Gostaria de saber onde está o resultado de quem escreveu no curso de africanidade e história e o número do telefone que eu possa falar com o IAT.

  24. Belarmina da Conceição Nogueira disse:

    Preciso da confirmação ou não de minha inscrião no curso de africanidade e educação e como participar das aulas.

  25. Auselita Coelho disse:

    Boa noite!
    Realizei minha inscrição no curso Africanidades e Educaação e até o momento não houve confirmação da inscrição. Onde encontrar o resultado dos selecionados para O curso? obrigada, Professora: Auselita

  26. Realizei minha inscrição no curso sobre africanidades e educação em tempo oportuno, gostaria de saber se estou confirmado para participar do mesmo.
    Benjamim Teixeira ormonde – Professor da rede estadual em Santa Maria da Vitória Bahia

  27. Ana Maria Gonçalves dos Santos disse:

    Realizei a inscrição no curso Africanidades e Educação e não encontrei meu nome na lista dos homologados. Saliento que recebi email dizendo iria participar em São Francisco do Conde no Prédio da UEFs. Aguardo resposta se participarei deste curso. Obrigada.

  28. Estou na Coordenação de Educação Básica da DIREC/21, tenho um número signifiativo de professores que se inscreveram no curso Africanidades e Educação e que o nome não se encontra na lista, outros que se inscreveram e não compareceram à sala de video conferência. Através da lista de presença, há alguma possibilidade em fazer esta troca… Os participantes interessados por aqueles que não compareceu? Aguardo retorno o mais breve possível… Obrigada!

  29. Flávia Renata B. Braga disse:

    Sou uma dessas professoras pertencentes a Direc/21 que se inscreveram e o nome não consta da lista, da qual Marizete se refere.Estou frequentando todas as aulas e percebo que pessoas inscritas não estão participando Gostaria de saber se ainda existe alguma possibilidade de fazer parte do curso e ter direito ao certificado. Já enviei vários e-mail para a organização do curso, mas ninguém responde.
    Obrigado!

  30. belarmina da Conceição Nogueira disse:

    Estou muito feliz por está paticipando desse riquissimo curso de africanidade e educação, está sendo muito valioso para o nosso trabalho de educador e para conscientização de nossa descendencia.
    belarminanogueira@hotmail.com

  31. hellen disse:

    gostaria de saber quas foram os criterios quer vc usaram para seleciona as pessoas para o curso de Africanidades na cidade de São Francxisco do Conde.
    Pois só foi selecionado as pessoas q trabalha na secretária, como diretor vice-diretor e secretária
    pois nos professores n temos o direito de nos capacitar ñ é?

  32. Luzinete disse:

    Estou participando do curso e está muito bom, porém quero ter o logim para acessar o ambiente e ler matérias que estão sendo discutidos e apresentados nasvideo conferências

  33. Flávia Renata B. Braga disse:

    Gostaria de saber quais foram os critérios que vocês utilizaram para selecionar os participantes da Direc/21, pois, só foram selecionados o professores efetivos do estado. Aqueles que são REDA e os das prefeituras não tem direito de participar? Sendo que os professores efetivos do estado sempre tem mais oportunidades de participar de cursos.

  34. juranice prado disse:

    por que não estou recebendo informações sobre o curso?

  35. elizete monteiro disse:

    estou participando do curso africanidades, estou gostando muito do assunto, gostaria de sugestionar, no sentido de vocês debaterem sobre as leis da abolição, a importância delas para o negro nos dias atuais. Gostaria também de enfatizar sobre a questão da lei do sexagenário, que não faz tando sentido, pois, naquela ocasião , não existia certidão de nascimento no Brasil, portanto não se pode afirmar quando os negros possuiam 65 anos de idade ou mais, os mesmos, nem mesmos podiam ser batizados na Igreja católica, pois, a certidão de batismo era o único documento daquela época.

  36. mudei o meu e-mail,por motivos superiores e gostaria que vocês enviassem o material desde o inicio, meu cadastro é 11.310.867-2, direc 28 senhor do bonfim.

  37. elizete monteiro disse:

    estou participando do curso africanidades, estou gostando muito do assunto, gostaria de sugestionar, no sentido de vocês debaterem sobre as leis da abolição, a importância delas para o negro nos dias atuais. Gostaria também de enfatizar sobre a questão da lei do sexagenário, que não faz tando sentido, pois, naquela ocasião , não existia certidão de nascimento no Brasil, portanto não se pode afirmar quando os negros possuiam 65 anos de idade ou mais, eles não podiam ser batizados na Igreja católica, pois, a certidão de batismo era o único documento daquela época.

  38. ednolia almeida santos disse:

    Estou participando do curso e ainda não recebi login para acesso.
    Gostaria de receber para acessar.

  39. edilene machado dos santos disse:

    Estou participando do curso e ainda não recebi login para acesso.
    Gostaria de receber para acessar.

  40. ElizeteAlves Monteiro de Araújo disse: meu novo e-mail é :legy02@hotmail.com, gostaria de receber as informações necessárias. Informo tamém , que hoje o assunto foi extremamente marivalhoso, sobre a expressão artistica. Parabens!

  41. Estou fazendo o curso de africanidade desde a segunda vídeo conferência, mas não recebi a senha nem o login. O que faço? desisto do curso.

  42. Faço parte da Direc 07.

  43. desejo que me ajudem a acessar o site do curso de africanidade

  44. Jane Marta lemos disse:

    AGUARDO RESPOSTA URGENTE.

  45. Heloisa Campos Souza disse:

    até o momento nao me foi enviado o acesso ao curso africanidade da direc 07 Itabuna/Ba. Por isso estou impossibilitada de enviar as atividades. Aguardoresposta urgente. Obrigada

  46. o curso é excelente , somente achei o tempo para o TCC muito curto

  47. Belarmina Nogueira disse:

    Olá! Fiz o curso Africanidades e Educação e gostaria de saber como está o andamento dos certificados?

Deixe um comentário

 
Governo da Bahia  ©2021 | IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia. Secretaria da Educação do Estado da Bahia.