IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia
TV Rádio Notícias Interatividade

Por Jamile Sodré

Dando continuidade a nossa série de profissionais da moda. Hoje vamos falas sobre A maquiagem, fator importante na moda, e para isso  trazemos como entrevistada Fabiana Corrêa, Carioca, mas que fica na ponte aérea Rio -São Paulo. Ela mesma vai contar como se tornou Maquiadora.

 

 

 

Fabiana por Fabiana Corrêa: ”Minha história na maquiagem é meio inusitada, como a história de vários brasileiros, na verdade eu sou Bióloga (ênfase em meio ambiente) e meu ensino médio foi em análises Clínicas, ou seja, saí da área da saúde para o meio artístico. Dei aula de ciências, durante um bom tempo e estava pensando em fazer minha especialização em Engenharia Ambiental, mas faltava algo, não estava contente com a minha profissão, foi quando casei e fiquei um período resolvendo os assuntos do evento e acabei ocupando meu tempo fazendo curso de maquiagem, meu primeiro curso foi no Instituto Embelleze e logo depois fiz o curso no SENAC-RJ. Hoje estou satisfeita e realizada naquilo que faço com certeza sou bem mais feliz agora. Posso criar coisas lúdicas e levar auto-estima às pessoas.”.

Jamille Sodré – O que te fascina em sua profissão?

Fabiana Corrêa – O fato de poder tudo (…) posso brincar a vontade (risos), a maquiagem é fascinante quando você enxerga como arte, o rosto se torna uma moldura e a imaginação é o limite. Quando faço uma noiva ou uma debutante (maquiagem social) e vejo o sorriso delas, nossa pra mim é a melhor recompensa! Se tratando de criações conceituais, é melhor ainda, criar um look é muito estimulante.

JS – Como você vê a maquiagem no Brasil? O mercado está bom?

FC – A maquiagem no nosso país, em nível de produtos (brasileiros profissionais), ainda está um pouco defasada, mas ainda sim existem empresas tentando melhorar a qualidade, porque cada vez mais é crescente o uso de maquiagem pelas brasileiras. Mas vejo um ponto positivo em relação aos produtos internacionais, por existir uma grande variedade de produtos e podemos escolher qual melhor se adequa a cada tipo de pele. Não vejo o mercado exterior como vilão, isso faz com que as indústrias brasileiras tentem buscar adaptações para o nosso tipo de pele e tornar o mercado mais competitivo.

 

JS – Qual a tendência de maquiagem pra o inverno brasileiro?

FC – O inverno é sempre destacado por bocas vermelhas e tons de vinho, os opacos estão em alta, nos olhos makes no estilo anos 50, delineadores sombras metalizadas também ganham destaque, mas tomem cuidado, escolha uma área para chamar atenção nunca os dois juntos. Independente do que está na moda, use aquilo que combine mais com você.

JS – De que forma você cuida da sua beleza negra?

FC – Hum difícil (risos)! Bem, eu sou maquiadora e não “escrava” da maquiagem, tomo cuidados que todo mundo deve tomar, uso hidratante com filtro solar e procuro sempre limpar a pele antes de dormir, sempre uso o produto adequado para o meu tipo de pele que no caso é oleosa. No inverno o cuidado é o mesmo, sempre muita hidratação e só uso maquiagem se for necessário, não sou do tipo que vai a padaria sem usar nada.

JS – Dê uma dica de maquiagem para a pele negra.

FC – Procure produtos específicos para a sua pele, sei que pode ser complicado, mas hoje se tem uma boa variedade de produtos. Nos olhos sempre procure os tons marrons e dourados que são considerados tons quentes, os tons em vinho e lilás ficam super bem. Para quem gosta de azul, opte pelos mais escuros, tons em prata não ficam bem em pele negra, quanto aos batons, os vinhos e dourados são bem vindos e o uso de gloss.

 

Créditos Fotos com modelo Jéssica Cunha,Fotografia: Luah Figueiredo, Make e Hair:Fabiana Corrêa.

*Jamille Sodré, Designer de Moda & Produtora de Moda. Sócia – Designer da Bettume, Moda de Estilo.

+contato: http://www.jamillesodre.blogspot.com

 

 

Tags: , ,

Deixe um comentário

 
Governo da Bahia               ©2019 | IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia. SECOM - Secretaria de Comunicação Social