IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia
TV Rádio Notícias Interatividade

Soterópolis bate papo com o diretor e ator Gordo Neto

por Caroline Vieira

Por trás das câmeras com Gordo Neto - Foto: Renato Fernandes

No mês do aniversário do teatro e do circo, o Soterópolis bateu um papo franco com o diretor, ator e articulador cultural Gordo Neto. Nesta conversa, falamos sobre uma possível crise, formação de plateia, grupos teatrais e políticas públicas para o teatro. O encontro foi na Casa Preta, espaço de residência do Vilavox, grupo que Gordo faz parte.

 

Nascido Eurico Freitas Neto, ele logo ficou conhecido no meio teatral pelo carinhoso apelido de Gordo Neto. Com mais de vinte anos de carreira, o ator iniciou a sua formação no Curso Livre da UFBA e no Núcleo de Formação do Ator. A estreia foi com Noites Vadia (1993), sob a direção da veterana Hebe Alves.

O ponta pé para a carreira e a paixão intensa pelo teatro teve início na UFBA mas ganhou corpo e fôlego no Teatro Vila Velha. Neste espaço, estreou como diretor, no final da década de 1990.

Gordo Neto e Vania Dias - Foto: Renato Fernandes

Um dos fundadores do Vilavox, em 2001, Gordo dirigiu importantes montagens. Em 2012, foi a vez de Dissidente, texto de Michel Vinaver, com o qual ganhou o prêmio Brasken, 2013, de Melhor Diretor.

Para o artista fazer teatro é mais do que atuar, escrever e montar. É movido por este pensamento que Gordo Neto acredita que é necessário lutar por melhores condições para classe e políticas públicas que permitam o desenvolvimento do teatro tanto na capital quanto no interior.

Ficou curioso? Então, não perca o Programa Soterópolis desta semana!

Deixe um comentário

 
Governo da Bahia  ©2019 | IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia. Secretaria da Educação do Estado da Bahia.