IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia
TV Rádio Notícias Interatividade

Identidade e cultura na obra de Dorival Caymmi

capa_caymmiAté quem não conhece muito bem Dorival Caymmi, já deve ter ouvido falar que o músico canta as coisas da Bahia. E por estas coisas, entende-se o mar, as belezas da baiana, o samba, a capoeira, o jeito manso que casa tão bem com os acordes do violão. Caymmi acabou ganhando fama não só como músico, mas como propagador desta baianidade, deste jeito de ser que já foi conveniente, mas hoje incomoda. O que há então, de identidade e cultura nestas canções? O professor da Uneb Marielson de Carvalho se debruçou no cancioneiro de Caymmi para compreender esta relação. Fez uma tese de mestrado e transformou-a em livro, que ganhou o título “Acontece que eu sou baiano: identidade e memória cultural no cancioneiro de Dorival Caymmi”, publicado pela Eduneb.

Com o trabalho, Marielson conclui que a riqueza das canções de Caymmi vai além dos estereótipos, disseminados muito antes de sua obra. “Caymmi, quando escreveu boa parte de suas canções, estava na Bahia, viveu conflitos sociais, econômicos e sua intenção era falar de uma cidade que ele tinha interesse. E todas as canções de Caymmi são feitas dentro de um critério estético que ele mesmo construiu, a forma exata da canção, e por isso é é visto como um dos cancioneiros mais representativos do Brasil”, disse o professor, em entrevista ao Soterópolis. Em 224 páginas, Marielson faz uma biografia crítica e mostra, como ele mesmo diz, a Bahia a partir de obra de Caymmi, “e não a partir do que as pessoas querem que Caymmi seja”.

O livro foi lançado no dia 10/10 na Galeria do livro do Espaço Unibanco e a primeira tiragem de 300 exemplares, esgotou. Mas há mais exemplares à venda na própria editora da Uneb, por R$20. Marielson agora planeja a segunda edição para janeiro de 2011, com ainda mais informações e trechos inéditos das histórias de Caymmi.

Visite o blog de Marielson Carvalho: http://marielsoncarvalho.blogspot.com/
Leia mais sobre Caymmi:

“Dorival Caymmi: o Mar e o Tempo”,  de Stella Caymmi (Ed.34, 627 pgs., 2001)

“Caymmi e a Bossa Nova”, de Stella Caymmi (Ed. LIBRE, 144 pgs., 2008)

“Folha explica Dorival Caymmi”, de Francisco Bosco (Publifolha, 12 pgs., 2006)

Deixe um comentário

 
Governo da Bahia  ©2017 | IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia. Secretaria da Educação do Estado da Bahia.