IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia
TV Rádio Notícias Interatividade

Do Solar para toda a cidade

Por Carol Garcia

O que parecia um simples convite a um coletivo de artistas acabou transformando o cotidiano dos moradores da comunidade do Solar, no centro de Salvador.  Assim foi a chegada do Museu de Street Art Salvador, que tem expandido suas ações para outras partes da cidade, motivado pela feliz interação com os moradores do local. Ao contrário do que a sobriedade do nome “Museu” aparenta, o MUSAS, como é chamado, é um projeto que consiste uma casa aberta à divulgação da arte visual, realização de oficinas e ações culturais diversas.

A partir do convite do mestre de capoeira Tico Sant’ana, os meninos do Coletivo Nova 10Ordem – Julio Costa, Bigod Silva e Marcos Prisk – conheceram a comunidade e ali instalaram residência. O grafitte do coletivo logo coloriu as casas do Solar, dando um charme à mais no lugar que já era privilegiado pela vista da Baía de Todos os Santos. Dona Suzana, moradora do local, é testemunha da presença marcante do Coleticvo. Avisados de que era uma das boas cozinheiras dali, eles lhe pediram que fornecesse almoço, e disso surgiu o Ré-Restaurante, comandado por ela. Vovó, outra figura local, endossa o argumento da vizinha e diz que MUSAS é uma das coisas mais lindas que aconteceu no Solar, “dos tempos” que ela mora ali. E não são poucos os artistas baianos, brasileiros e de outros países já visitaram o MUSAS. Essa movimentação, segundo as moradoras, só trouxe benefícios até então. “Mostrou que aqui é um lugar de bem”, afirma Vovó.

safe_image

O MUSAS funciona de modo colaborativo. O maior entrave é conseguir o material, que tem custo elevado. Mas isso não desmotiva os artistas. A mobilização se estende pelo site do grupo, pelo facebook e pelo movimento que eles chamam de “Polinização”. Bigod Silva explica: “O Musas não é só essa casa, e o que acontece aqui, e não queremos que ninguém pense que parece uma espécie de ONG. A gente quer mostrar que tá interessado em cultura e por isso a gente tá nessa fase de fazer ações em outros bairros, com outros artistas”. Um exemplo dessas ações é o Muda Gamboa, em parceria com a comunidade vizinha, o Projeto Que ladeira é Essa, executado na Ladeira da Preguiça e a Ocupação Cidade de Plástico, que realiza atividades culturais em Periperi.

Conheça mais sobre o trabalho do MUSAS:

http://www.ilovemusas.com/

https://www.facebook.com/ilovemusas

 

Deixe um comentário

 
Governo da Bahia  ©2020 | IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia. Secretaria da Educação do Estado da Bahia.