IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia
TV Rádio Notícias Interatividade

Histórico de junho de 2012

jun
28

Maquiadora Marie Thauront revela detalhes da maquiagem artística

Postado por soteropolis

É extensa a lista de filmes, shows e espetáculos de teatro que trazem nos créditos o nome da premiada maquiadora Marie Thauront. Diretores como Deolindo Checcucci, Fernando Guerreiro, Luiz Marfuz, Paulo Dourado, José Possi Neto, Nehle Franke, Elisa Mendes, Paulo Henrique Alcântara, Fábio Vidal, Edgard Navarro e José Araripe Jr já trabalharam com Marie. Francesa radicada na Bahia, ela atua há 25 anos no ramo. Em 1986, fez um curso na Escola de Maquiagem Christian Chauveau, em Paris, em 1986. Boa parte da trajetória foi mostrada na exposição Jardin Secret, no Teatro Gamboa.
Nossa equipe visitou o camarim do espetáculo Luz Negra, dirigido por Rino carvalho, para ver de perto como é o processo de maquiagem dos atores (Caíca Alves, Evelin Buchegger e Leonardo Mineiro). Ela explica que o ideal é se envolver com o evento o quanto antes para fazer pesquisa e experiências em relação ao material.  Atualmente Marie faz o curso de Licenciatura em Desenho e Plástica, na Escola de Belas Artes da Ufba.

Marie também faz maquiagem de moda, publicidade, espetáculos de dança (Tran Chan) e shows musicais (Ivete Sangalo, Margareth Menezes, Banda Limousine). Além disso, ela ministra cursos de automaquiagem e formação profissional de maquiagem social.

jun
28

Na Rede – Videologs

Postado por soteropolis

Desde que os blogs surgiram na internet, um monte de gente se meteu a fazer suas páginas pessoais pra postarem o que bem entendessem, né? Pois então, depois do advento da conexão de banda larga e da facilidade em se adquirir boas câmeras de vídeo, apareceu no cyberespaço um formado que a cada dia ta mais popular: os videologs, ou vlogs, como são conhecidos.

É muito simples. Os videologgers gravam seus vídeos em formato de programete para web, fazendo o que bem entendem, sendo que o modo mais comum é soltando o verbo. O que não falta é assunto, e muitos deles se utilizam de grafismos e inserções de pré-produção pra deixar a coisa mais interessante.

São vários os videologs espalhados pela internet. Todos eles hospedados em canais no youtube, e você pode encontrá-los através dos nomes deles na busca do próprio youtube. Alguns videologgers criam sites para usar como suporte para seus vídeos. O Soterópolis separou alguns links que te fazem entender um pouco do que se trata, vejamos abaixo.

Mas Poxa Vida – PC Siqueira

Marcos Castro

Vlog do Fernando – Parafernalha

Canal Away – Gil Brother

Não Faz Sentido – Felipe Neto

Jovem Nerd – Nerd Office

jun
28

Recife é retratada de forma poética em Febre do Rato, de Cláudio Assis

Postado por soteropolis

Lançado em 2011, o filme Febre do Rato já acumula muitas conquistas, entre elas oito prêmios no Paulínia Festival de Cinema de 2011. Um dos mais recentes foi para o cineasta Cláudio Assis, que conquistou o Troféu Mucuripe de Melhor Direção, no 22º. Cine Ceará, realizado em Fortaleza no início de junho. Durante o Festival, o cineasta conversou com Raul Moreira sobre seus três filmes Febre do Rato, Amarelo Manga (2002) e Baixio das Bestas (2006). Na entrevista, exibida no Soterópolis, o diretor deixa claro que não se trata de uma trilogia, outras experiências já estão a caminho. O filme já chegou aos cinemas de São Paulo, Rio de Janeiro e Pernambuco. Em breve, deve estrear na Bahia.

Febre do Rato é uma expressão popular de Recife, usada para se referir a alguém fora de controle. A temática do submundo, característica dominante dos filmes de Cláudio Assis, está mais uma vez presente. Rodado em preto e branco em 35 milímetros, com fotografia de Walter Carvalho, o filme faz um tributo aos poetas marginais urbanos do Nordeste brasileiro nos anos 70 e 80. A história gira em torno de Zizo, interpretado por Irandhyr Santos. Ele vive um poeta, autor do jornal alternativo Febre do Rato. A atriz Nanda Costa faz o papel de Eneida, por quem Zizo é apaixonado. Também na trama, Matheus Nachtergaele, que interpreta o coveiro da cidade casado com um travesti.

 

Confira o Trailer:

TRAILER

jun
28

Sonhos

Postado por soteropolis

A produção cinematográfica baiana nunca esteve tão em alta quanto hoje. Vários filmes estão sendo produzidos ao mesmo tempo e, o melhor, por equipes da terra.

Sendo assim o Soterópolis foi conferir o processo de produção do filme “Sonhos “ a roteirista e produtora Paula Gomes, os diretores Haroldo Borges e Ernesto Molinero, Jonas Laborda (ator e palhaço de circo) irão contar a experiência com o universo mágico do circo, como surgiu a ideia de produzir o curta “Sonhos “. Você poderá conferir essas histórias no Soterópolis de hoje (28/06) às 22h com reprise Domingo (01/07) às 18h.

jun
27

Últimos dias para conferir “O Olho de Deus – O Avesso dos Retalhos”

Postado por soteropolis

 

Mais um texto inédito de Sônia Robatto ganha vida nos palcos do Teatro Vila Velha sob a direção de Márcio Meirelles. O espetáculo “O Olho de Deus – O Avesso dos Retalhos” tem como tema a vida de uma família baiana aristocrata e decadente que em uma linguagem teatral inusitada ganha um mundo digitalizado onde a fantasia e a realidade se confundem. Márcio mergulha no universo audiovisual e propõe uma encenação que acontece simultaneamente no palco principal e no cabaré dos novos.

Um projeto tecnológico especial foi criado para “linkar” os dois cenários. Imagens e sons conectam os dois palcos. O real e a fantasia se alinhavam e se embaraçam no texto que ganha uma tonalidade poética e lúdica. O espectador pode escolher em qual das duas salas deseja assistir ao espetáculo.

O projeto envolve um total de 50 pessoas. O diretor, 6 experientes atores (Anita Bueno, Chica Carelli, Fernando Fulco, Marísia Motta, Neyde Moura, Sonia Robatto) e muitos artistas técnicos que garantem a sincronia e funcionamento, em tempo real, de interação de um cenário com o outro. Esta parceria antiga de Sônia e Márcio oferta a plateia com um espetáculo cheio de nuances e delicadezas que emocionam e fazem refletir. Ao final, o sabor é de convite para revirar os próprios tecidos, “arregaçar as mangas” e costurar” os seus próprios retalhos. Quem ainda não conferiu tem só até o dia 01 de julho para garantir presença nesta experiência que, sem dúvida, ficará na memória.

Veja a matéria completa sobre o espetáculo “O Olho de Deus – O Avesso dos Retalhos”, na edição do dia 28 de junho, às 22h, no programa Soterópolis e na reprise, dia 01 de julho, às 18h.

SERVIÇO:

ESPETÁCULO “O OLHO DE DEUS – O AVESSO DOS RETALHOS”

TEATRO VILA VELHA

SEXTA E SÁBADO | 20H E DOMINGO | 18H

RS 10 e R$ 20

MAIS INFORMAÇÕES: 3083 4600

 

 

jun
26

Água de Meninos – A Grande Feira do Cinema Novo

Postado por soteropolis

A Feira de São Joaquim é um dos pontos de Salvador mais conhecidos pelos soteropolitanos e turistas. Sua história é formada pela diversidade cultural, pela miscigenação dos seus freqüentadores e pela sua originalidade. No entanto, muita gente desconhece (ou renega) a sua importância cultural, econômica e social para a Bahia, fortalecendo uma marginalidade atribuída a ela por pessoas que queriam destruí-la por motivos econômicos.

Essa é uma teoria defendida por alguns estudiosos da história da Feira de Água de Meninos (hoje Feira de São Joaquim) e por clientes e feirantes que viveram o grande incêndio ocorrido,em 1964. Para essas pessoas, o declarado interesse pela região onde era sediada a feira – local muito próximo do Porto de Salvador e área marítima onde estavam muitos dutos de petróleo – foi a maior causa pelo incidente que destruiu a Feira. Porém, até hoje não se confirmou que o incêndio foi criminoso, sendo atribuído a uma empresa de combustível da época a culpa pelo vazamento de gás que teria provocado o início das chamas.

Esse é um dos momentos retratados pela diretora Fabíola Aquino em seu documentário Água de Meninos – A Grande Feira do Cinema Novo, lançado no dia 11 de junho. Retratar os últimos cinqüenta anos da Feira de São Joaquim (que surgiu em 1964, após o incêndio da Feira de Água de Meninos), seus costumes e sua relação com a sociedade baiana é um dos objetivos desse longa de 52’.

Através de uma narrativa habilidosa formada por depoimentos de pessoas que conviveram com as Feiras de Água de Meninos e São Joaquim e do foco nos filmes A Grande Feira (Roberto Pires,1962) e Sol sobre a Lama (Alex Viany,1964) – que  registraram as condições de vida da sociedade baiana na década de 1960, tendo como pano de fundo os conflitos sociais existentes na Feira de Água de Meninos – Fabíola e sua equipe conseguiu contar a história das duas Feiras em quatro tempos: a Feira de Água de Meninos, o Cinema Novo produzido na Feira, seu incêndio, em 1964, e o hoje, em São Joaquim.

O documentário Água de Meninos – A Grande Feira do Cinema Novo exibe as diversidades da Feira de São Joaquim em cores fortes e marcantes, mostrando sua gente que em meio a artigos de candomblé, barracas de artesanatos, carnes, frutas, verduras e uma infinidade de produtos, possibilitou a captação da essência desse que é o maior mercado a céu aberto do Brasil.

Veja a matéria completa sobre o lançamento do documentário Água de Meninos – A Grande Feira do Cinema Novo, no dia programa Soterópolis, no dia 28/06, às 22h, e na reprise, no dia 01/07, às 16h.

 

jun
20

Postado por soteropolis

Esta quinta-feira excepcionalmente, devido à transmissão do São João, não teremos Soterópolis. Fique ligado no São João da TVE e até a próxima!

 

 

jun
14

Lucas Santana

Postado por soteropolis


Nascido em Salvador, Lucas Santana chega ao seu quinto disco como um grande nome da nova música brasileira.Conheça mais sobre o músico cantor e compositor.

jun
14

Agenda: 14 a 21 de junho

Postado por soteropolis

MÚSICA

Barbarito Torres – Grande intérprete dos tradicionais ritmos cubanos; indicado duas vezes ao Grammy latino, vencendo um junto ao grupo Buena Vista Social Club. Agora em Salvador com o show “jazz instrumental salsa livre”. Com muita salsa, rumba, bolero e cha-cha-chá, além do famoso jazz latino.

 

SERVIÇO:

BARBARITO TORRES

SHOW “JAZZ INSTRUMENTAL SALSA LIVRE”

SALA PRINCIPAL DO TCA

18 DE JUNHO ÀS 22H

INGRESSOS ENTRE R$100 E R$60

O grupo Panos e Mangas encerra a temporada do projeto “Panos e Mangas convida” na Varanda do Sesi Rio Vermelho. Dessa vez quem se junta ao grupo são as cantoras Aiace Felix (banda Sertanília), Maira Lins (banda Às Claras) e Bruna Barreto (banda O balaio). Com muita MPB, dia 19 de Junho.

 

SERVIÇO:

GRUPO “PANOS E MANGAS”

VARANDA SESI DO RIO VERMELHO

DIA 19 DE JUNHO ÀS 23H30

R$10

TEATRO

 

A Trupe Circus se apresenta no Picolino com o espetáculo “Ilusão”. Uma homenagem ao sexo feminino, abordando temáticas como questões da vida, morte, juventude, velhice, paixão pe­la vida e o primeiro amor. A Trupe Circus faz parte do projeto de formação artístico-pedagógica de adoles­centes e jovens da escola pernambucana de circo.

 

SERVIÇO:

PEÇA “ILUSÃO – UM ENSAIO MELODRAMÁTICO CIRCENSE”

16 E 17 DE JUNHO

CIRCO PICOLINO

R$ 5 E R$2,50

MAIS INFORMAÇÕES: 3363-4069

 

EXPOSIÇÃO

 

 

Estão abertas as inscrições para a 15ª edição do “Olhos da Rua”, que acontece no bar e restaurante Platô, no dia 26 de junho, às 19h. Com tema livre (ensaios ou séries) os fotógrafos terão maior liberdade para expressarem sua criatividade.


 

As inscrições estão abertas até o dia 20 de junho. Fotógrafos amadores e profissionais, brasileiros e estrangeiros, que já podem encaminhar imagens para participar da seleção através do e-mail contato.olhosdarua@gmail.com.

 

15ª EDIÇÃO “OLHOS DA RUA”

DIA 26 DE JUNHO

RESTAURANTE PLATÔ ÀS 19H

INSCRIÇÕES ATÉ DIA 20 DE JUNHO

MAIS INFORMAÇÕES WWW.LABFOTO.UFBA.BR

 

CINEMA

 

A Velha dos Fundos” – um drama argentino do diretor Pablo José Meza. A trama é entre Rosa, uma senhora que vive sozinha num apartamento cheio de objetos antigos e seu vizinho, do apartamento em frente, o jovem estudante Marcelo. Eles não têm nada em comum a não ser a incerteza do que fazer com a vida e a partir desse encontro de diferenças que suas vidas podem mudar.

 

 

SERVIÇO:

FILME “A VELHA DOS FUNDOS”

DRAMA 14 ANOS

SALA DE ARTE DO PAC – UFBA

CANELA

In-Edit Brasil – 4º Festival Internacional do Documentário Musical com histórias de grandes nomes da música brasileira e mundial ou mesmo lugares que marcaram a história. De 15 a 21 de Junho no circuito sala de arte

 

O In–Edit Brasil é o primeiro festival dedicado ao documentário musical no país e já teve edições em outros três países: Espanha, Alemanha e Chile. O festival tem o objetivo de fomentar a produção e a difusão desse tipo de documentário no mundo. Além das mostras, sua programação conta também com debates, shows e exposições.

 

SERVIÇO

IN-EDIT BRASIL

4º FRESTIVAL INTERNACIONAL DO DOCUMENTÁRIO MUSICAL

DE 15 A 21 DE JUNHO

MAIS INFORMAÇÕES: WWW.IN-EDIT-BRASIL.COM

 

 

jun
14

Dança e teatro no Instituto

Postado por soteropolis

Assim como em outras manifestações artísticas, o ICBA teve um papel importante na disseminação do teatro e da dança de Salvador. Ao longo de seus 50 anos (que serão comemorados no dia 03 de setembro desse ano), o instituto promoveu diversos espetáculos e serviu de plataforma para outros tantos grupos.

 

Entre eles está o Intercena, coletivo criado na década de 70 que tinha o objetivo de criar um diálogo entre a música, dança e teatro. Os dançarinos do grupo criavam a partir da música tocada pelos instrumentistas, que por sua vez tocavam de acordo com o ritmo e gestos dos dançarinos.

 

Todos no palco, em uma idéia até então revolucionária para a época. Além do Intercena, o ICBA promoveu peças teatrais históricas, como Merlin ou a Terra Deserta (1993), dirigida por Carmen Paternostro. Este espetáculo foi um divisor de águas para Salvador: era a primeira vez que se faziam audições para se participar de uma peça na cidade; o espetáculo reuniu mais de 40 atores e durava cinco horas, sendo dividida em dois dias de exibição.

 

Foto: Célia Aguiar

 

Além de Merlin, o ICBA serviu de palco para os espetáculos Na Selva das Cidades (1996) e Angel City (1998), dirigidos por Deolindo Checcuccie Friccção (2011), de Isaura Tupiniquim, além de inúmeros outros na década de 70 e 80.

Foto: Adenor Gondim

A próxima reportagem em homenagem aos 50 anos do ICBA fala sobre a relação do instituto com as artes visuais e com a música, e vai ao ar no dia 28/07.

 

Governo da Bahia  ©2017 | IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia. Secretaria da Educação do Estado da Bahia.