IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia
TV Rádio Notícias Interatividade

Histórico de abril de 2011

abr
29

Amor?

Postado por soteropolis

Numa mistura entre documentário e ficção, Amor?, novo longa-metragem dirigido por João Jardim, aborda as relações amorosas que envolvem  violência – seja ela moral ou física.

amorEntremeado por cenas poéticas de um mergulho no mar, um banho despretensioso, corpos que se procuram e se tocam, o filme traz relatos verdadeiros e surpreendentes de quem já viveu relacionamentos em que a violência era parte de um cotidiano muitas vezes doentio e outras vezes foi a pedra de toque para o despertar de uma nova fase.

No entanto, devido à delicadeza do tema, em vez de revalar as identidades de seus entrevistados, Amor? traz atores e atrizes interpretam esses depoimentos. “São relatos muitos sinceros de pessoas que viveram situações que envolvem ciúmes, culpa, paixão e poder.  Até pensei em mostrar os verdadeiros personagens na tela, mas, além da privacidade de cada um, havia a privacidade do parceiro de quem falavam”, conta Jardim.

A fase de pesquisas, realizada em centros, organizações e delegacias, consumiu um ano de trabalho. Foram gravadas 50 entrevistas. Destas, oito foram selecionadas para serem interpretadas.

Amor?, em tão pouco tempo, já arrebatou o troféu de melhor filme, conferido pelo júri popular no Festival de Brasília em novembro do ano passado.

joao jardim Amor Filme Cinema

JoaoJardim_

Pra quem não conhece o diretor, João Jardim foi codiretor do documentário Lixo Extraordinário (2010), que recebeu Prêmio Especial do júri e melhor documentário no Festival de Paulínia de 2010, Prêmio Festival de Berlim e no Sundance Film Festival.  Além disso, dirigiu  Janela da Alma (2002) – codirigido com o fotógrafo Walter Carvalho e Pro Dia Nascer Feliz (2005).

Amor?

abr
28

Espetáculo Fim de Partida

Postado por soteropolis

Reportagem sobre Fim de Partida

Fim de Partida

Cenário enxuto. Sombrio. É esta a atmosfera de Fim de Partida, espetáculo comemorativo aos trinta anos da Companhia de Teatro da UFBA. No palco, Harildo Déda vive a personagem Hamm. Sujeito irônico, condenado a uma cadeira de rodas. Ao seu lado está Clov, seu braço direito, sempre fiel e subserviente, mas nem por isso menos condenado à solidão.

A tragicomédia escrita por Samuel Becktt utiliza da estética do absurdo para falar das relações humanas e seus enigmas. Hackler, diretor do espetáculo, optou por montar o texto cru, sem adaptações, entregando para a plateia toda a acidez, marca do escritor irlandês.

O espetáculo desafia a plateia. A resposta é imediata e parece impossível sair o mesmo, diante do diálogo cortante entre as duas personagens.

A ambientação lembra velhos subsolos. Ao fundo dois latões, neles estão submersos dois personagens – os pais de Hamm. Durante a montagem, eles se retraem e se revelam, interagindo na conversa entre Clov e seu algoz.

O resto são devaneios. A dica é assistir ao espetáculo, é gratuito!

FIM de Partida

Teatro Martin Gonçalves – Canela

20h

Fundação Beckett www.beckettfoundation.org.uk
Jornal e revistas sobre Beckett www.english.fsu.edu/jobs/indices.html

abr
28

Devaneios com Willyams Martins

Postado por soteropolis
Devaneios
Quando o nome de Willyams Martins foi cogitado na reunião de pauta do Soterópolis como um dos possíveis entrevistados para o quadro Devaneios, a equipe concordou, de forma unânime, pela participação do artista. Não erramos na escolha. Lili, como é conhecido no cenário punk-rock de Salvador deu um show. O discurso do anarco punk, líder da Dever de Classe, banda que protagonizou o movimento punk de Salvador na década de 80, continua afiado, e mais, afinado com as linguagens artísticas contemporâneas e com pensamento de filósofos fundamentais para refletirmos sobre os nossos tempos. Willyams Martins conseguiu o que parceria ser impossível, criar polêmica na apática cena baiana de artes visuais. Os grafiteiros ficaram enfurecidos quando o artista, utilizando uma técnica própria, resultado de muitas tentativas, deslocou grafites e pichações para o espaço expositivo. O projeto “Peles Grafitadas”, resultado da pesquisa de Willyams no Mestrado da Escola de Belas Artes da UFBA, chamou a atenção de Caetano Veloso, ao observar os protestos dos grafiteiros espalhados pela cidade. Caetano bateu o martelo a favor do nosso “ladrão de grafite” ao afirmar que depois de Duchamp vale tudo. Quando tudo ou quase tudo já foi feito Willymas Martins supreende e nos salva do tédio com uma criação potente em possibilidades discursivas.

Luciana Accioly

Quadro Devaneios ( youtube)

abr
28

AGENDA SOTERÓPOLIS

Postado por soteropolis

BENÇA

Bença1

Em sua segunda temporada no Teatro Vila Velha, o Bando de Teatro Olodum ficará em cartaz no fim de semana do mês de Maio com a peça “Bença”. A cultura afro-brasileira é o cerne do espetáculo, que conta com intervenções em vídeo de representantes emblemáticos desse segmento. O respeito às tradições e aos guardiões dessa cultura é o fio condutor do espetáculo.

Sextas e Sábados ás 20h; Domingos, 17h. Ingressos R$40,00 (inteira) e R$20,00 (meia)

ESTÓRIAS DE BICHOS

ESTÓRIAS DE BICHOS E DEPOIS DO FIM - cartaz

O Grupo Via Magia de Teatro estréia no sábado, dia 30/04 o espetáculo “Estórias de Bichos” no Teatro de Pano Casa Via Magia, no Bairro da Federação. A montagemtraz histórias e mitos africanos e afro-brasileiros, na busca de concretizar uma temática identificada com a cidade de Salvador e seus atores.


Sábados e Domingos, ás 17h30. Ingressos R$10,00 (inteira) e R$5,00 (meia)

CAMISA DE VÊNUS

capa2

O projeto Música no Parque traz à seu palco, no Parque da Cidade, no bairro do Itaigara, o show de lançamento do novo CD “Mais vivo do que nunca.” da Banda Camisa de Vênus, agora sob o Comando de Eduardo Scott, substituindo Marcelo Nova, que segue em carreira solo. O show esta previsto para começar as 11h.


Domingo, 1° de Maio. Entrada Franca.


GENTE DE QUILOMBO

images

Os fotógrafos Álvaro Vilela, Márcio Lima e Rita Cliff depositaram seus olhares nas comunidades quilombolas de Barra e Bananal, em Rio de Contas; Mangal Barro Vermelho, em Sítio do Mato; e Rio das Rãs em Bom Jesus da Lapa. Extraíram com suas lentes pessoas e lugares transformados em poesia visual. A exposição esta na Casa da Música em Itapuã.


De Terça-feira à Domingo. De 25/04 à 29/05. Entrada Franca


FRAGMENTOS REVISITADOS (MOSTRA BAIANA DE GRUPOS RESIDENTES)

joop

A Companhia João Perene Núcleo de Investigação Coreográfica apresenta nos dias 29 e 30/04, no Espaço Xisto Bahia, o espetáculo “Fragmentos Revisitados, parte das apresentações da “Mostra Baiana de Grupos Residentes”. O projeto , parte do Abril da Dança, engloba dez coletivos que ocupam o Espaço Xisto, o Cine Teatro Solar Boa Vista e o Centro Cultural da Plataforma. Aprogramação completa pode ser acessada aqui! (http://www.cultura.ba.gov.br/2011/04/11/abril-da-danca-em-salvador/)


TURNÊ (Tournée)


O filme “Turnê” do premiado diretor francês Mathieu Amalric, esta em cartaz no Cine Vivo diariamente ás 20h20. No longa-metragem um ex-produtor de televisão parisiense, depois de uma temporada nos Estados Unidos, volta à França com um espetáculo burlesco em apresentações de despedida pelo país.

Diariamente às 20:20 – Cine Vivo – Passeo Itaigara. Ingresso Sob Consulta.


O LOUCO AMOR DE YVES SAINT LAURENT

Filme que narra a história do famoso estilista Francês Yves Saint Laurent, “ O Louco Amor de Yves Saint Laurent” do diretor Pierre Thoretton, esta com sessão diária na Sala de Arte da UFBA, no Canela. Com uma abordagem na sua trajetória, no relacionamento com o também estilista Pierre Bergé e a moda do Século XX, o longa narra a história de Yves até o ano de 2008, quando faleceu.

Sala de Arte UFBA, Canela. Sessão ás 20:45. Ingressos sob Consulta


abr
20

Espetáculo Infantil “Filhotes da Amazônia” visita Salvador

Postado por soteropolis

O espetáculo infantil Filhotes da Amazônia, da Cia Pia Fraus, de São Paulo, esteve em cartaz no Espaço Caixa Cultural entre os dias 12 e 17 de abril.

Na peça, são apresentadas situações que discutem a relação entre pais e filhos, vividas por botos cor-de-rosa, tartarugas, sapos, aves e outros animais, tudo contado numa grande oca pela figura do Pajé, cercada de indiozinhos.

Vencedor do prêmio de melhor cenário da Associação Paulista de Críticos de Arte, o espetáculo se utiliza de diversas técnicas de manipulação de bonecos e do forte apelo imagético que as cores, formas e movimentos da nossa fauna proporcionam, num espetáculo sem diálogos que dá espaço à imaginação dos pequenos.

Conheça o site da companhia: www.piafraus.com.br

abr
20

Prêmio Vivadança 2011 contempla a bailarina e coreógrafa Isaura Tupiniquim

Postado por soteropolis

O campo simbólico das guerras e o erotismo são utilizados pela artista para a criação do trabalho solo “Fricção”

Foto: João Meirelles

Foto: João Meirelles

Estudante da Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia, Isaura Tupiniquim propõe uma composição coreográfica em que imagens de guerras, como os conflitos no Vietnã e o período nazista, se juntam a elementos e materiais eróticos rígidos e móveis, para a exploração de diversas possibilidades de movimento, dentro de um sistema de fricção. Nesse contexto, violência e poder  norteiam o universo temático da artista, no solo de dança contemporânea “Fricção”.

O Prêmio VivaDança, que está em sua segunda edição, incentiva a criação de montagens inéditas de dança contemporânea. Artistas, produtores independentes, grupos, companhias e coletivos da área de dança, residentes no estado da Bahia, podem se inscrever no edital. Os vencedores são contemplados com recurso financeiro, apoio técnico e de divulgação. Clique aqui para mais informações sobre o prêmio.

Serviço:
Espetáculo “Fricção”
Local: Teatro ICBA Goethe Institut
Dias 14, 15, 16, 28, 29 e 30 de abril, às 20h.
Programação gratuita

Veja a matéria completa no Soterópolis desta semana. Quinta-feira, às 22h. Reprise no domingo, às 18h.

abr
20

Prêmio Braskem de Teatro: os melhores do ano de 2010

Postado por soteropolis

Em sua décima oitava edição, o evento homenageou o ator baiano Wagner Moura

Wagner Moura agradecendo a homenagem

Wagner Moura agradecendo a homenagem

Com o tema “O ator baiano na tela”, a cerimônia de premiação deste ano, dirigida por Luiz Marfuz, destacou o talento  e a carreira de artistas veteranos, e da  nova geração, que ganham repercussão nacional por meio da televisão e do cinema. Wagner moura, que ganhou o primeiro Braskem de Teatro, na categoria Revelação, em 1997, recebeu mais um troféu este ano, na categoria Especial. Atores e atrizes, como Carlos Petrovich, Mário Gusmão, Jurema Penna, Sônia dos Humildes e Nilda Spencer, também foram lembrados.

A atual fase da cinematografia baiana também foi homenageada através de filmes como Ó Paí Ó, Esses Moços, Jardim das Folhas Sagradas e Trampolim do Forte.
O ator Daniel Boaventura, que foi o mestre de cerimônia, soltou a voz cantando a música “On Broadway”, do extinto grupo norte-americano The Drifters. Toda essa versatilidade e talento dos intérpretes das artes cênicas na Bahia têm o reconhecimento do Prêmio Braskem de Teatro e, cada vez mais, conquista espaço no Brasil e no Exterior.

Confira abaixo a lista dos vencedores em todas as categorias:

Ator: Fábio Vidal (monólogo “Sebastião”)
Atriz: Andrea Elia (peça “As Velhas”)
Texto: Paulo Henrique Alcântara (peça “Partiste”)
Revelação: José Jackson (direção) – peça “Dois Perdidos Numa Noite Suja”
Categoria Especial: Zebrinha (Coreografia) – peça “Bença”
Direção: Fernando Guerreiro (peça “Pólvora e Poesia”)
Espetáculo Infanto-Juvenil: peça “O Pássaro do Sol”
Espetáculo Adulto: peça “Pólvora e Poesia”.

abr
20

CORPO VIVO – CARROSSEL DAS ESPÉCIES, EXCÊNTRICO IVALDO BERTAZZO

Postado por soteropolis

Talvez o grande público lembre-se dele como jurado do quadro Dança dos Famosos, do Domingão do Faustão. Mas, Ivaldo Bertazzo não é midiático, muito pelo contrário. Bailarino, coreógrafo e diretor teatral, Bertazzo se popularizou com os trabalhos de “dança-cidadania”, envolvendo não bailarinos.
No final de semana passado, o mestre desembarcou na Bahia, durante o Festival Viva Dança, para apresentar a super produção Copo Vivo – Carrossel das Espécies, no Teatro Castro Alves.

No palco, vários profissionais dançavam o que Bertazzo definiu como um espetáculo que investiga a evolução da espécie humana.

O Diretor Teatral dedicou boa parte da sua pesquisa ao método “corpo cidadão”, cujo objetivo é ampliar no aluno ou bailarino o conhecimento do corpo em suas ações. “O homem paga um preço pela sua excessiva verticalidade. Queremos aproximar o público de sua psicomotrocidade, do funcionamento de seu próprio corpo”, explica o artista.

Lúdico e com uma linguagem acessível a todos os públicos, o espetáculo ainda toca em outra questão cara ao homem moderno: “é inevitável que o corpo envelheça e a mente fique mais refinada. Como preservar a unidade?”. Bertazzo levanta uma reflexão sobre a degeneração e as formas de preservação do corpo.

abr
20

SÉRIE APRESENTA NOVOS FOTÓGRAFOS DA BAHIA

Postado por soteropolis

Demonizada no passado, quando os artistas acreditavam que substituiria a pintura, a fotografia segue como a grande musa do século XXI. Ferramenta de pesquisa e também de criação, a imagem fotográfica não quer mais reproduzir o real. Ela quer falar, e como tem a dizer.

Pensando nisso e nos novos artistas baianos, o Programa Soterópolis anda com os olhos abertos e o obturador apontado para descobrir novos talentos. São muitos os fotógrafos. Cada um seguindo uma linha estética diferente. Esta semana, os trabalhos escolhidos são das artistas visuais Rachel Mascarenhas e Ana Paula Pessoa. Ana Paula gosta do título fotógrafa. Rachel prefere abrir o leque, se definindo como arquiteta e vídeo artista.

As duas se conheceram por acaso, quando faziam um curso no Mam. De lá pra cá não pararam de produzir. O meio é a fotografia ou o vídeo. O tema, o corpo e suas potencialidades estéticas e filosóficas.

Depois de alguns cliques e filmagens, as meninas foram vencedoras, entre outros 39 trabalhos, com o prêmio de Residência Artística, pela obra Trajetos e Trajetórias, seleção que fez parte da mostra competitiva do 15º Salão da Bahia.

“Fico com a impressão de que as obras das duas resultam de uma profunda discussão sobre questões estéticas e filosóficas”, afirma Stella Carrozzo, assessora artística do MAM da Bahia e integrante da comissão que premiou o vídeo. “É raro que criadores tão cheios de idéias consigam se acertar e somar forças sem perder suas marcas individuais”.

abr
20

PROGRAMAÇÃO DA AGENDA CULTURAL

Postado por soteropolis

Na Teia de AnanseNA TEIA DE ANANSE
O monólogo Na teia de Ananse revela os mitos afrobrasileiros da origem divina da criação do homem, expondo a astúcia de Ananse, que tece artimanhas para enfrentar os poderosos.
Espaço Cultural Barroquinha
Sexta a domingo, às 20h, até primeiro de maio.

4220432806_aa87dcb928JAM NO MAM
O MAM-BA e a Huol produções apresentam todo sábado o projeto Jam no MAM, trazendo o melhor do clássico ritmo norte-americano no tradicional formato da jam session: tema e improvisação.
Na banda-base, os músicos Ivan Huol (bateria), Ivan Bastos (baixo), Paulo Mutti (guitarra), André Magalhães (piano) e André becker (saxofone).
Todo sábado, das 18 às 21h, no estacionamento inferior do MAM.

{7A2152CB-ED2A-4B27-92D3-8C1BA347D345}_foxyladiesFOXYLADIES
Primeiro projeto de música pop em Salvador comandado apenas por mulheres pode ser conferido todo sábado, à meia-noite, no Padaria Bar, Rio Vermelho.
Sucessos do mundo pop são interpretados pela voz suave e firme da vocalista Marcela Tenório.
Mais informações: 71 3018-4413

5541478518_0e8c8813bfPAPAYANOQUIEROSERPAPAYA
Vencedor do Prêmio Nacional de dança do Ministério da Cultura da Colômbia em 2010 e apresentado no Equador e no México, o espetáculo Papayanoquieroserpapaya trata-se de um exercício de resposta às perguntas sobre identidade, partindo do ponto de vista  de um latinoamericano.
Teatro Vila Velha, Passeio Público
26 e 27 de abril às 20h
Entrada Franca

viaemail4EXPOSIÇÃO VIA EMAIL
Mario Cravo Júnior não pára de produzir novos trabalhos. Agora são relevos em ferro, cobre, latão e grafite que podem ser vistos a partir do dia 29 de abril na Paulo Darzé Galeria de Arte, no Corredor da Vitória.

Governo da Bahia  ©2017 | IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia. Secretaria da Educação do Estado da Bahia.