IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia
TV Rádio Notícias Interatividade

Histórico de março de 2011

mar
31

Perfil Seu Antônio

Postado por soteropolis

Seu Antônio Carlos de Santi, natural de São Carlos-SP, tem 62 anos e é eletrotécnico. Veio pra Bahia em 1975 para trabalhar no Pólo Petroquímico (COPENE). Casou-se com uma baiana e com ela teve três filhos.

Quando chegou a Salvador e viu Itapuã e o mar que inspirou as canções de Caymmi, Seu Antônio decidiu que era ali que queria viver.

Desde a infância conviveu com a música, pois o seu pai era poeta sertanejo e tinha relacionamento com diversos cantores da época (anos 60).

Como nunca aprendeu a tocar nenhum instrumento musical, Seu Antônio apreciava as canções através do rádio, aparelhos de som e TV.

Foi assim, que em 2003, os aparelhos passaram a ser objetos de admiração, fazendo com que ele iniciasse uma coleção de objetos antigos, incluindo, além de rádios e TV’s, câmeras fotográficas.

Na sua casa pode-se encontrar uma sala de Home Theater, onde tudo começou. Primeiro colecionando projetores e filmadora em 16 e 8 mm, câmeras fotográficas de até mais 100 anos. Hoje em dia, Seu Antônio tem um acervo grandioso, sendo a maioria das compras feitas pela internet em sites de compra.

Rádios valvulados fabricados nos anos de 38 à 60, nacionais e estrangeiros, e a maioria em funcionamento. Vitrolas, com funcionamento à manivela e a eletricidade na rotação 78. Rádios transistorizados antigos e modernos. Gravadores de áudio à válvula. Rádios antigos de carros. Primeiros reprodutores de LD e DVD (1997). Primeiro receiver dolby digital 5.1. Tudo isso faz parte de um pequeno mundo de objetos que o Antônio que são acomodados em uma sala especial.

A equipe do Soterópolis passou uma manhã na casa de Seu Antônio e perceberam que a série de objetos antigos contam não só a sua história da relação com o dono, mas a história da evolução tecnológica dos aparelhos de áudio, televisão e fotografia.

radio_antigo_consertos_restauracao_venda-4b6d4483041bee5a1e47deb9cradio-vintagerolleiflexfoto-radios-antigos-01tv-400

mar
31

Bafrik – O que a Bahia tem a ver com a África?

Postado por soteropolis

BafrikCriado pela OCA – Oficina de Composição Agora, o projeto “Bafrik: O que a Bahia tem a ver com a África?” teve apresentação mundial no último dia 22 no Teatro Vila Velha com lançamento do site bafrik.com e concerto de música de câmara, tudo transmitido ao vivo na web.

Através da criação do portal Bafrik.com, o projeto pretende criar uma rede social específica para a troca de informações, experiências, partituras, arquivos de áudio e vídeo, envolvendo compositores, intérpretes, produtores e críticos de música contemporânea na Bahia e na África.

No concerto foram executadas peças de compositores da Nigéria, Uganda, Africa do Sul e Bahia, pelo GIMBA – Grupo de Intérpretes Musicais da Bahia sob regência do Maestro Eduardo Torres, da Orquestra Sinfônica da Bahia.

Veja o teaser do projeto no Youtube

Conheça o Portal: Bafrik.com

Conheça o site da OCA – Oficina de Composição Agora

Bafrik é uma esperança.

Um campo de experimentação, uma rede contra-hegemônica.

Como pensam e criam compositores baianos e africanos?
Será que as marcas daqui são marcas de lá?

Como poderíamos estabelecer uma zona de cumplicidade atravessando bem mais do que o Oceano Atlântico,
atravessando a expectativa hegemônica de que os diálogos aconteçam sempre na direção do Norte,
reforçando um antigo sistema de distribuição de mérito e historicidade?

você já foi a Bahia nega? então vá.

E sendo a Bahia o que é, e a África o que são, também ressoa no projeto uma saudável incerteza sobre as
fronteiras do compor, sobre fios e conexões entre criação e cultura —

compositores eruditos podem ser coisas bem distintas?
existem relações com ideais de vanguarda, quais?
como entender e valorizar a erudição africana que nos civilizou?
quais os gestos e sons que julgamos necessários agora?

— Nesse campo de experimentos buscam-se sementes que possam brotar e vicejar. Queremos ouvir e contar
histórias, queremos ser testemunhas de algo bom.

Oxalá nosso espaço se expanda na direção virtuosa da criação de traços a serem deixados na superfície
infinita da música imaginada… e de tudo que ela carrega consigo.

Paulo Costa Lima

Compositor da OCA e consultor do Projeto Bafrik

mar
31

Bernard Attal prepara novo longa

Postado por soteropolis

blankimagemO Soterópolis foi conferir, no último domingo, as gravações do primeiro longa-metragem de ficção do francês radicado no Brasil, Bernard Attal.

A obra “A Coleção Invisível” é livremente inspirada no conto do austríaco Stefan Zweig. A película, em fase de produção, conta a delicada história de Beto, vivido pelo ator baiano Vladimir Brichta, que depois de viver uma tragédia pessoal parte para uma viagem em direção ao Sul da Bahia em busca de uma coleção rara de obras artísticas. No caminho, o personagem redescobre o próprio sentido da existência e tenta assumir um novo modelo de vida.

No elenco, além de Vladimir, outros atores baianos da nova geração. Entre os da velha guarda, nomes importantes do cinema como Paulo César Peréio e Walmor Chagas.

A estreia está prevista para 2012.

mar
31

Grito Rock

Postado por soteropolis

grito rockO Grito Rock chega a sua nona edição estando presente em 132 cidades realizadoras no ano de 2011. O Festival é uma produção do Circuito Fora do Eixo, filiado à Associação Brasileira de Festivais Independentes – Abrafin.

O Grito Rock, apesar do nome, não restringe a programação a estilos, a edição de Salvador, por exemplo, traz um dia inteiramente reservado ao Hip Hop e em sua programação bandas que tocam desde música regional ao gótico, passeando também pelo pop rock, mpb e instrumental.

O Grito Rock se constitui numa grande rede de contato entre produtores que levam o selo do evento até para outros países, como Argentina e Equador. A ideia é viabilizar através da familiaridade da marca Grito Rock, o trânsito das bandas e o intercâmbio cultural.

mar
31

Agenda Soterópolis

Postado por soteropolis

A agenda cultural do programa essa semana tem teatro, exposição e muita música, aqui e no interior do estado, veja a programação completa.

(more…)

mar
31

Daniel Soulier encena Contos de Maupassant

Postado por soteropolis

Pela primeira vez em turnê pelo Brasil, o ator, diretor e dramaturgo francês Daniel Soulier apresentou no Teatro Vila Velha, em Salvador, no final de março, o monólogo Quatro Contos de Maupassant, com direção de Camilla Barnes. Ele selecionou, entre mais de 300, os seguintes contos do escritor francês Guy de Maupassant (1850-1893): Une Partie de Campagne (Um piquenique no campo), Idylle (Idílio), Miss Harriet (Senhorita Harriet) e Le Retour (O Regresso).

(more…)

mar
30

Estão abertas as incrições para o Tabuleiro da Dança

Postado por soteropolis

O projeto abre espaço para grupos, coreógrafos e bailarinos apresentarem trabalhos em diversos gêneros e estilos

A idéia surgiu ainda na década de 1980, quando o bailarino e coreógrafo baiano Jorge Silva decidiu criar um espaço para a divulgação dos próprios trabalhos, com o nome de Oclap, ou seja, palco ao contrário.

O atual formato, que agora se chama “Tabuleiro da Dança”, chega a segunda edição e valoriza a diversidade como critério. Jorge Silva explica que todo grupo ou artista encontra no projeto uma oportunidade livre e democrática para expor seus trabalhos, independente de formação técnica ou acadêmica. Os interessados também podem fazer a divulgação através de vídeos, que serão projetados num telão localizado no foyer do Espaço Xisto, intitulado  “TV Tabuleiro”. As inscrições para o festival podem ser feitas durante todo o ano. Informações pelo e-mail: tabuleirodadança@hotmail.com .

Quer saber o que mais de bom você encontra nesse Tabuleiro? Assista esta semana ao Soterópolis. Quinta-feira, às 22h. Reprise no domingo, às 18h.

mar
25

O Assobá Gravador – Hélio de Oliveira

Postado por soteropolis

Hélio de Oliveira nasceu em 1932 e morreu em 1962, ainda jovem, vítima de leucemia. Considerado pelo antropólogo Cláudio Luiz Pereira (CEAO-UFA) um dos precursores da estética afro-brasileira no país, o trabalho do artista tem entre os seus principais divulgadores o diretor do Museu Afro Brasil de São Paulo, o baiano Emanoel Araújo. Hélio de Oliveira deixou um acervo de 50 xilogravuras sobre o universo do candomblé. São objetos litúrgicos, ritos de fé, símbolos da religiosidade afro-brasileira. O gravador nasceu e cresceu numa relação íntima com o sagrado. Foi Assobá do Terreiro Ogunjá liderado na época pelo venerado babalorixá Procópio de Ogum. Parte do acervo deixado pelo artista foi restaurado e pode ser visto no Museu Afro-Brasileiro na antiga faculdade de Medicina no Terreiro de Jesus.

heliodeoliveira

mar
25

Devaneios

Postado por soteropolis

194187_1686942850592_1148308067_31530556_1700034_o(2)No quadro Devaneios a presença do performer ZMário. Mestre em Artes Visuais pela EBA-UFBA a pesquisa do artista gira em torno do corpo, da body art / performance e dos processos de impressão. Baiano de Jequié ZMário participou de exposições coletivas e individuais no Brasil e no exterior. Sua produção artística foi premiada na IV Fase dos Salões Regionais de Artes Plásticas da Bahia 1999-2000 e mapeada pelo programa Rumos Visuais 2001-2003 do Itaú Cultural. Atuou como performer nas VI e VII edições da Bienal do Recôncavo, BA; MOLA – Mostra OSSO Latino-Americana de Performances Urbanas, BA; Mostra Internacional de Performance 4Cardinales, além de mostras no Chile e na Argentina.

watch?v=FO7Vn49yfLg&feature=related

mar
24

Agenda!

Postado por soteropolis

Agenda do Soterópolis traz dicas de cinema, teatro, artes visuais e dança

CINEMA

O Soterópolis recomenda O Retrato de Dorian Gray (Dorian Gray). Baseado no romance homônimo de Oscar Wilde, o filme aborda questões como beleza e juventude. A direção é de Oliver Park. No elenco, Colin Firth e Ben Barnes. A história se passa em Londres. Dorian Gray é um belo e ingênuo jovem, levado à alta sociedade por Henry Wotton. O artista Basil Hallward resolve pintar um retrato de Dorian. Ao ver o quadro, Dorian faz a promessa de que daria tudo, até mesmo sua alma, para permanecer sempre com o visual nele estampado. Baseado no romance homônimo de Oscar Wilde.

CINEMA DO MUSEU 16h30 e 20h40

CINE VIVO 16h20 e 21h00


Veja o trailerDorian Gray


Outra recomendação é o filme Poesia (Shi). O longa, dirigido por Chang-dong Lee, conquistou o prêmio de melhor roteiro em Cannes, 2010. Na história, com Jeong-hie Yun.

Mija tem mais de 60 anos e vive com o neto adolescente numa pequena cidade do interior. Ela trabalha acompanhando um senhor deficiente e gosta de se vestir com roupas elegantes e coloridos chapéus. Ela sofre do Mal de Alzheimer e busca nas palavras, na poesia, uma forma de retardar o esquecimento, driblando sua morte em vida.

CINEMA DA UFBA 20h20

CINE VIVO 15h20


Veja o trailerPoesia


(more…)

Governo da Bahia  ©2017 | IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia. Secretaria da Educação do Estado da Bahia.