IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia
TV Rádio Notícias Interatividade

Histórico de novembro de 2010

nov
26

O cinema de Andres Veiel

Postado por soteropolis

Andres VeielAs histórias que Andres Veiel escolhe para ilustrar seus filmes são reais, e ao mesmo tempo, não poderiam ser mais ficcionais. Psicólogo por formação, Veiel explora temas a partir das pessoas, e não o contrário. A construção singular dos fatos e uma primorosa interação de imagem e som dão o tom das produções do cineasta, que é um dos mais festejados do cinema alemão contemporâneo. O Goethe Institut (ICBA) realiza até o dia 07/12 uma Mostra Restrospectiva com algumas das principais produções de Veiel. As sessões são gratuitas, e acontecemsempre às terças-feiras, 20h. Já foram exibidos “Sonho de uma Noite de Inverno “(Winternachtstraum, 1991-1992), “Balagan” (1993) e “Os Sobreviventes” (Die Überlebenden, 1994-1996), mas ainda dá tempo de conferir duas grandes produções do cineasta.

No próximo dia 30/11, será exibido “Black Box BRD (2001)”, filme que projetou Veiel no cinema e que retrata as mortes de Alfred Herrhausen, presidente do Deutsche Bank, e morto num atentado à bomba em 1989, e de um dos líderes da última geração da RAF (Fração do Exército Vermelho), Wolfgang Grams.

Veja trecho de Black Box: http://www.youtube.com/watch?v=GIK1bj3U3PM

Na última sessão, dia 07/12, a Mostra exibe “Viciados em atuar” (Die Spielwütigen, 2003). O filme acompanha a trajetória de quatro jovens durante seus estudos da Escola de Artes de Berlim. Os personagens têm comportamentos opostos, mas em comum a paixão pelo teatro.

nov
25

Yumara Rodrigues, o monstro da cena

Postado por soteropolis

Considerada a primeira dama do teatro baiano, a atriz comemora 50 anos de carreira com a estréia da peça “Monstro”, patrocinada pelo programa Mestres da Cena, da secretaria de cultura do estado da Bahia

yumara rodrigues_monstro_1“Monstro” reúne textos de várias fases da carreira de Yumara Rodrigues, de autores como Eugène Ionesco, William Shakespeare, Tennessee Williams, Samuel Beckett e diversos outros da dramaturgia universal. No palco, a artista revive personagens memoráveis de sua trajetória, como “Mãe Coragem e Seus Filhos” (Brecht, 1941), papel muito desejado por ela, encenado na Bahia em 1998, com direção de Luiz Marfuz. A dramaturgia do espetáculo é de Marcos Barbosa, que costurou as cenas com textos poéticos e a intervenção de uma personagem ao mesmo tempo mítica e realista, interpretada por Caio Rodrigues.

 

 

 

 

yumara rodrigues_monstro_3Mito também é a idade da atriz, que já passou dos 70 anos. Mas, a idade fica em segundo plano diante da disposição e do desempenho de Yumara. Em cena, ela demonstra muito vigor e o mesmo domínio e apuração da técnica acumulada nos 50 anos de profissão.

A programação em homenagem à atriz continua em 2011, com o lançamento de um documentário, a realização de uma oficina e um seminário com a artista.

Todo o talento de Yumara Rodrigues no Soterópolis desta semana. Quinta-feira, 22h. Reprise no domingo, às 18h.

nov
25

O Centro de Referência da Cultura Afro-Brasileira de Lauro de Freitas organiza exposição em homenagem à mulher negra

Postado por soteropolis

 

A cantora baiana Margareth Menezes é uma das homenageadas

A cantora baiana Margareth Menezes é uma das homenageadas

A exposição, que homenageia personalidades femininas negras de vários setores da sociedade, propõe a reflexão sobre o papel e a importância da mulher negra na promoção da igualdade racial e na luta contra o preconceito. São 56 fotos de mulheres representativas no cenário artístico, histórico e cultural brasileiro, como Francisca Xavier, Zézé Mota, Margareth Menezes e outras personagens.
As atividades fazem parte do “Novembro Negro” de Lauro de Freitas, com programação em homenagem ao Mês da Consciência Negra. O superintendente da Promoção da Igualdade Racial do município de Lauro de Freitas, Eriosvaldo Menezes, idealizador do evento, chama a atenção para o espaço e os direitos civis conquistados pelas mulheres, mas considera que a mulher negra ainda é muito discriminada em diversos setores, inclusive econômicos e sociais. 

A exposição continua aberta a visitação, das 8h às 17h, na galeria de arte do Centro de Referência da Cultura Afro-Brasileira, até o final de dezembro. E nesta sexta-feira, 26 de novembro, a entidade realiza o seminário “A Preservação da Cultura de Matriz Africana”. Das 8h às 13h. Inscrições no local.
Endereço: Estrada do Côco, KM 7,5. Terminal Turístico Mãe Mirinha de Portão, Lauro de Freitas – Bahia. Telefone: 3369-9959.

Sinta toda a força e presença da mulher negra no Soterópolis desta semana. Quinta-feira, às 22h. Reprise no domingo, às 18h.

nov
25

AMPLIFICADO – Década de 70

Postado por soteropolis

Logo-AMP3

O quadro Amplificado deste mês fala sobre o rock da década de 70, e a revolução musical que aconteceu durante esse período.

(more…)

nov
25

Agenda Soterópolis

Postado por soteropolis

Edital de Seleção de Textos para Projeto “Teatro Nu Cinema”

O GRUPO “TEATRO NU” SELECIONA TEXTOS INÉDITOS PARA O PROJETO “TEATRO NU CINEMA”. OS TEXTOS TEATRAIS, QUE DEVEM TER ENTRE 15 E 25 MINUTOS, SERÃO ENCENADOS POR ATORES DA COMPANHIA PARA O PÚBLICO DE CINEMA DA SALA DE ARTE DA UFBA. A PROPOSTA É DIVULGAR E VALORIZAR A DRAMATURGIA ENTRE ESTE PÚBLICO. AS INSCRIÇÕES VÃO ATÉ O DIA 26 DE NOVEMBRO.
Serviço:
PROJETO TEATRO NU CINEMA – EDITAL DE SELEÇÃO DE TEXTOS
INSCRIÇÕES DE PROJETOS ATÉ 26/11
INFORMAÇÕES: www.teatronu.com

Vanessa da mata

A CANTORA VANESSA DA MATA VOLTA A SE APRESENTAR EM SALVADOR NOS DIAS 27 E 28 DE NOVEMBRO, NA SALA PRINCIPAL DO TCA. A ARTISTA TRAZ O SHOW “BICICLETAS, BOLOS E OUTRAS ALEGRIAS”.

Serviço:
SHOW DA CANTORA VANESSA DA MATA
TEATRO CASTRO ALVES – CAMPO GRANDE
27 E 28 DE NOVEMBRO ÀS 20H
INGRESSOS: R$40 (INTEIRA) E R$20 (MEIA)
INFORMAÇÕES: www.tca.ba.gov.br

Pato Fu


A BANDA MINEIRA PATO FU FAZ SHOW DO SEU NOVO ÁLBUM “MÚSICA DE BRINQUEDO”, NA CONCHA ACÚSTICA DO TCA. COM UMA PROPOSTA INOVADORA E INTRIGANTE, REGRAVAÇÕES CONHECIDAS DE MPB E ROCK’N’ROLL SÃO TOCADAS EM INSTRUMENTOS DE BRINQUEDO E MINIATURAS. PARA QUEM QUER CONFERIR O RESULTADO DA BRINCADEIRA, É DIA 27, SÁBADO, ÀS 18H.

Assista o Vídeo:

Pato Fu – Música de Brinquedo @ youtube

Serviço:
BANDA PATO FU
CONCHA ACÚSTICA DO TCA – CAMPO GRANDE
27/11 ÀS 18H
ENTRADA: R$40 (INTEIRA) R$20 (MEIA)
INFORMAÇÕES: www.tca.ba.gov.br

10 anos do selo Bigbross


O SELO “BIG BROSS RECORDS” COMEMORA 10 ANOS COM MUITO ROCK’N’ROLL! A FESTA TERÁ COMO ATRAÇÕES AS BANDAS THEATRO DE SÉRAPHIN, THE BAGGIOS, DE SERGIPE, REVERENDO T E OS DISCÍPULOS DESCRENTES, QUE LANÇA SEU PRIMEIRO TRABALHO PELO SELO E A VETERANA PASTEL DE MIOLOS.  É NO DIA 03 DE DEZEMBRO, NO LARGO PEDRO ARCANJO – PELOURINHO E A ENTRADA É GRATIS.

CONFIRA AS ATRAÇÕES:

PASTEL DE MIOLOS
http://www.myspace.com/pasteldemiolos
THEATRO DE SÉRAPHIN
http://www.myspace.com/theatrodeseraphin
REVERENDO T E OS DISCÍPULOS DESCRENTES
http://www.myspace.com/reverendot
THE BAGGIOS
http://www.myspace.com/baggios

Serviço:
“NOITE FORA DO EIXO” EM COMEMORAÇÃO AOS 10 ANOS DO SELO BIGBROSS RECORDS
LARGO PEDRO ARCANJO – PELOURINHO
03/12 ÀS 20H
ENTRADA GRATUITA
MAIS INFORMAÇÕES: http://www.myspace.com/bigbrossrecords (more…)

nov
25

As raízes do Brasil por César Romero

Postado por soteropolis

César3

César Romero se considera um artista amadurecido. Não só por completar 40 anos no ramo da pintura, mas por atingir o estilo de trabalho que considera mais sóbrio. Laureado pelos colegas artistas plásticos Luis Claúdio Campos e José Henrique Barreto como mestre colorista, um dos mais importantes do Brasil, Cesar realiza um intenso trabalho de pesquisa para mesclar cores e símbolos da cultura regional brasileira.

(more…)

nov
25

“50 Anos de Arte na Bahia”

Postado por soteropolis

Matilde_Matos

O soterópolis foi ao Palacete das Artes Ridin Bahia para o lançamento do mais novo livro da crítica de arte Matilde Matos: “50 Anos de Arte na Bahia”. A publicação documenta as ultimas cinco décadas de história das artes visuais baiana. Fernando Oberlaender é o idealizador do projeto apoiado pela Secretaria de Cultura através do Fundo de Cultura. Com 84 anos completos Matilde Matos possui extenso currículo devotado à arte, curadora de inúmeras exposições, a autora se destacou como crítica de arte escrevendo colunas no Jornal da Bahia, Jornal Bahia Hoje e na Revista Soterópolis. Matilde Matos é reconhecida pela Associação Brasileira de Críticos de Arte e é autora de outros livros: Fernando Oberlaender–Pintura e Tradução Poética (2001) e A cidade e as Gentes (2004).

O soterópolis foi ao lançamento do mais novo livro da crítica de arte matilde matos: “50 anos de arte na bahia”. A publicação documenta as ultimas cinco décadas de história das artes visuais baiana. Fernando Oberlaender é o idealizador do projeto apoiado pela Secretaria de Cultura através do Fundo de Cultura, com 84 anos completos Matilde Matos possui extenso currículo devotado à arte. Curadora de inúmeras exposições, a autora se destacou como crítica de arte escrevendo colunas no Jornal da Bahia, Jornal Bahia Hoje e na revista Soterópolis. Matilde Matos é reconhecida pela Associação Brasileira de Críticos de Arte e é autora de outros livros: Fernando Oberlaender–Pintura e Tradução Poética (2001) e A cidade e as Gentes (2004).

nov
25

Espetáculo Luz Negra se destaca pelo apuro estético

Postado por soteropolis

luz negra_foto_ricardo prado

O teatro baiano ficou popular por suas comédias de humor como A Bofetada, Quem Matou Maria Helena e outros títulos famosos. Para uma platéia acostumada a liberar o riso, assistir ao espetáculo Luz Negra não é uma das tarefas mais fáceis.

Baseada na obra política do salvadorenho Álvaro Menen Desleal, a peça traz um cenário enxuto e árido. Nele estão depositadas duas cabeças decapitadas vividas pelos atores Caíca Alves e Evelin Buchegger. Durante uma hora há um diálogo ininterrupto entre os dois. A angústia dá o tom da conversa, como se os dois personagens estivessem num mundo paralelo, ou num momento de inconsciência, sem saber de fato o que se passa com eles.

Inspirada no realismo fantástico, a obra desconserta a platéia e a coloca para pensar sobre o que é a passagem pela vida e o seu fim.

Rino Carvalho, encenador, confessa ter optado por uma abordagem mais religiosa do que política, inspiração primeira do texto de Menen Desleal.

Acompanhe o blog do espetáculo: luz negra_foto ricardo prado http://espetaculoluznegra.blogspot.com/

Eles também estão no twitter. Siga!

http://twitter.com/luznegra_

Leia mais sobre Alvaro Menen Desleal (texto em espanhol):

http://es.wikipedia.org/wiki/%C3%81lvaro_Menen_Desleal

http://www.artepoetica.net/Alvaro.htm

nov
19

Quarteto Ramadés Gnattali

Postado por soteropolis

Reconhecido pelo virtuosimo, o grupo Ramadés Gnattali passou por salvador e fez duas apresentações em homenagem ao grande maestro e compositor brasileiro Heitor Villa-Lobos. Divulgar e popularizar a música de câmara é um dos objetivos do quarteto carioca, que inclui no repertório das suas apresentações composições de músicos latino-americanos.

Para conhecer um pouco mais do grupo dê uma olhada:

Acesse também o site para mais informações: Radamés

nov
18

O fotógrafo Aristides Alves organiza em Salvador livro e exposição sobre a nação de candomblé angolão paketan

Postado por soteropolis
Tata Mutá Imê, o ministro da cultura Juca Ferreira e o fotógrafo Aristides Alves no lançamento do livro "A Casa dos Olhos do Tempo"

Tata Mutá Imê, o ministro da cultura Juca Ferreira e o fotógrafo Aristides Alves no lançamento do livro "A Casa dos Olhos do Tempo"

Com base na linhagem do terreiro de Mutá Lambô Ye Kaiongo, o fotógrafo convidou a mestre em estudos étnicos e africanos Cleidiana Ramos e o doutor em antropologia Renato da Silveira para escrever artigos sobre a história e a cultura dos candomblés de nação angola. O título do livro é “A Casa dos Olhos do Tempo”. A publicação também integra um registro de imagens, que estão na exposição de fotografias feitas no terreiro de Mutá Lambô, liderado pelo tata Mutá Imê, e também “informações sobre as comidas sagradas, o uso das plantas, com análise dos biólogos Aion Sereno Alves e Ana Paula de Sales S. Alencar, ilustrações dos inquices (as divindades do culto angola) feitas por Marco Aurélio Damasceno, além de um CD com os cantos sagrados, que teve direção musical de Tuzé de Abreu”.
A publicação pode ser adquirida gratuitamente por instituições e entidades que se interessam pelo assunto, através do telefone (71) 8748-6136 e do e-mail mutaimel@yahoo.com.br 
A exposição fica em cartaz até este sábado, 20 de novembro, das 14h30 às 18h, no Museu Carlos Costa Pinto. Endereço: Av. 7 de Setembro, 2490, Corredor da Vitória. Tel. (71) 3336-6081.
Para saber mais sobre o candomblé angola clique aqui.

 Veja a matéria completa no Soterópolis desta semana. Quinta-feira, às 22h. Reprise no domingo, às 18h.

Governo da Bahia  ©2017 | IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia. Secretaria da Educação do Estado da Bahia.