IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia
TV Rádio Notícias Interatividade

Histórico de agosto de 2010

ago
31

Soterópolis no Museu da Misericórdia

Postado por soteropolis

O programa desta semana, que será exibido quinta-feira, 02/09, às 19:30hs, com reprise meia noite do mesmo dia e às 18h do domingo,  foi gravado no Museu da Misericórdia com dois convidados.

Luciana Acciolly - Foto: Alex Oliveira

Luciana Acciolly - Foto: Alex Oliveira

Edu O. durante gravação do programa - Foto: Alex Oliveira

Edu O. durante gravação do programa - Foto: Alex Oliveira

Um dos convidados foi  Edu O, responsável pelo 1° Encontro de Dança Inclusa, que promoverá um debate interdisciplinar sobre a participação efetiva das pessoas com deficiência no processo de inclusão social, sobretudo no campo artístico da dança. As discussões do encontro vão abordar  a acessibilidade, profissionalização e inserção no mercado de trabalho de artistas/dançarinos com deficiência que não tiveram acesso a informação e formação em dança seja nos ambientes acadêmicos e espaços formais de ensino de dança.

Jane Palma, coordenadora do Museu da Misericórdia - Foto Alex Oliveira

Jane Palma, coordenadora do Museu da Misericórdia - Foto: Alex Oliveira

A outra convidade é Jane Palma, coordenadora do Museu da Misericórdia. Palma fala sobre as ações educativas que o Museu vem promovendo, além do trabalho de desenvolvimento de pesquisas e recepção com alunos de faculdades e escolas em geral.

Confiram o programa!

ago
30

Mombojó apresenta a Salvador o disco “Amigo do Tempo”

Postado por soteropolis

A banda Mombojó trouxe para o palco da Praça Tereza Batista, no Pelourinho, o show de lançamento do cd Amigo do Tempo, com abertura dos baianos da Maglore.

Foto: Pedro Muniz

Foto: Pedro Muniz

Foto: Pedro Muniz

Foto: Pedro Muniz

Alternando momentos mais calmos com canções que fizeram a platéia  literalmente bater cabeça, os pernambucanos contaram ainda com a participação de Dengue, baixista da Nação Zumbi, substituindo Samuel, que não pode comparecer. A nova música de trabalho, Papapa, teve uma boa receptividade por parte dos presentes, que sabiam a letra como se ela já fizesse parte do repertório do grupo há anos. Confiram no programa dessa quinta-feira, 02/09, a matéria sobre o show com imagens e entrevistas com os músicos e público. Reprise no domingo, às 18h30.

Foto: Pedro Muniz

Foto: Pedro Muniz

ago
26

Marcelo Reis, em retrato.

Postado por soteropolis

FOTOS NOVAS RAMA 03Nos anos 70, o Movimento Foto Bahia marcou a produção fotográfica local, dando uma dinâmica especial à atividade de fotógrafos que tão logo, se tornariam referências no Brasil e no mundo. Mas isso foi há trinta anos. E hoje, o que a fotografia baiana tem? Apesar de muitos dos fotógrafos apontarem um distanciamento dos profissionais, e até uma “ofuscada” no brilho desta arte visual aqui no Estado, tem gente que não para de produzir, fomentar e agitar este cenário. Uma delas é Marcelo Reis, idealizados do Festival A Gosto da Fotografia e criador da única escola dedicada à arte no Estado, a Casa da Photografia.


Dois de fevereiro de 2005 (423)O gosto pela foto surgiu por acaso. Marcelo se formou em contabilidade, já sabendo que não passaria a vida em um escritório. Quando foi trabalhar no Polo Petroquímico, decidiu fazer umas fotos do local para mostrar à família e não parou mais. A loja Fotografe (hoje Objetiva) onde levava os filmes para revelar, acabou se tornando seu local de emprego que o colocou de vez na fotografia. “A gente quando começa a fotografar, escolhe o que fotografar, ou isso escolhe a gente. A minha relação com a fotografia foi mais ou menos assim, inconsciente, não foi algo que eu decidi”, contou Marcelo ao Soterópolis.

De lá pra cá, as coisas foram crescendo e tomando forma, como o próprio assinala. Do trabalho na loja, começou a se especializar cada vez mais, fotografar mais e a dar cursos. Quando seus alunos começaram a se multiplicar, deixou a loja, e concretizou a Casa da Photografia. Nesse meio tempo, criava-se o A Gosto da Fotografia, hoje na sexta edição e uma das maiores vitrines para fotógrafos locais e nacionais. “O A Gosto nasceu em 2004, com o intuito de suprir uma carência que existia por aqui e homenagear o mês dedicado à fotografia. A idéia era simplesmente reunir pensadores e exposições para celebrar isso”, explica.

(3)Fotografando, Marcelo gosta de explorar o humano em cena, e explora os contrastes do preto e branco. Suas referências estão em fotógrafos que antes eram distantes imortais, e agora amigos, como Walter Firmo e Isabel Gouveia. O Soterópolis ouviu os depoimentos de Isabel e de Andréa Fiamenghi (fotógrafa, livreira e ex-aluna de Marcelo) sobre a trajetória deste empreendedor da foto na Bahia. Andrea destacou a simplicidade e a sensibilidade Marcelo como pontos fortes de seu talento. Isabel Gouveia chama atenção para que iniciativas de Marcelo inspirem e proporcionem uma atuação mais unida entre os profissionais. “Acho que os fotógrafos baianos deveriam aproveitar para se unir em torno do que está acontecendo agora, se aproximar mais de Marcelo, da Casa da Photografia e do A Gosto, para contribuir com idéias e mostrar novas formas de se focar a fotografia baiana dentro do Festival”.

Veja mais fotos de Marcelo Reis: http://olhares.aeiou.pt/marceloreis

ago
26

Hoje estreia no Soterópolis o Ponto G!

Postado por soteropolis

junior-1

(more…)

ago
26

Agenda Cultural

Postado por soteropolis

messias bandeira

Messias Bandeira, líder da brincando de deus, se apresenta no palco do Largo Teresa Batista no Pelourinho, para apresentar as canções de seu primeiro disco solo, o cd triplo “Escrever-me, Envelhecer-me e Esquecer-me”. Após apresentações em São Paulo e Belo Horizonte, Messias toca para o público baiano nesta sexta, 27 de agosto, a partir das nove da noite. E a entrada é franca.

Messias Bandeira
27 de agosto
21h
Largo Tereza Batista
Gratuito

o sapato do meu tio

Comemorando os cinco anos de sucesso do espetáculo, o Teatro Vila Velha traz de volta “O Sapato do meu Tio”. A história dos dois palhaços que levam a vida juntos em um circo mambembe, e aprendem um com o outro, já comoveu platéias até de fora do país. “O Sapato do meu Tio” tem direção de João Lima e permanece em cartaz até o dia 5 de setembro no teatro vila velha, com apresentações de sexta a domingo às oito da noite.
O Sapato do Meu Tio
Sexta a domingo
20h
Teatro Vila Velha

simbiose

O Cine-Teatro Solar Boa Vista, no Engenho Velho de Brotas recebe a exposição “Simbiose” que integra o projeto de extensão do Balé do Teatro Castro Alves intitulado Paredes em Movimento. Nos cliques do fotógrafo Gabriel Guerra, está exposta a integração simbiótica entre as duas linguagens: a fotografia e a dança. “Simbiose” está disponível de terça a domingo, das duas da tarde àss oito da noite, e a entrada é franca.
Simbiose
Terça a domingo
Das 14h às 20h
Até 26 de setembro
Gratuito

coco chanel e stravinsky

“Coco Chanel & Igor Stravinsky” é uma das preciosidades em cartaz no circuito Saladearte. A relação entre o compositor russo e o ícone da moda é o eixo que move o filme, que foi destaque no festival de canne em 2009. A narrativa mostra os caminhos de Chanel e de Stravinsky, até o encontro dos dois por ocasião do exílio de Stravinsky.
Coco Chanel & Igor Stravinsky
Sala de Arte
Cinema do Museu
20h35

teodorico majestade

A cidade de Ilhéus recebe o espetáculo com texto e direção de Romualdo Lisboa “Teodorico Majestade – As Últimas Horas de um Prefeito”, que conta a história de um prefeito que está prestes a perder o mandato por causa de denúncias que vieram a público. A peça está em cartaz no Teatro Popular de Ilhéus, até o dia 12 de setembro.
Teodorico Majestade – As Últimas Horas de um Prefeito
Sexta a domingo – até 12 de setembro
20h
Teatro Popular de Ilhéus

starla

E neste sábado pontualmente às oito da noite, a banda Starla lança no teatro do ICBA o videoclipe da música “Herói”.
Starla
28 de agosto
Teatro do ICBA
20h

ago
25

Estudante baiano fala do Programa Jovens Embaixadores

Postado por soteropolis

O estudante de Engenharia Mecânica da Universidade Federal da Bahia Jonatha Reis, 18 anos, foi um dos 35 contemplados do Programa Jovens Embaixadores. “Uma experiência inesquecível!”, contou à equipe do Soterópolis. Trata-se de um projeto de intercâmbio cultural da Embaixada Americana que leva alunos da rede pública brasileira para os Estados Unidos. Criado em 2002, o Programa Jovens Embaixadores atualmente está em 17 países.
Podem participar jovens entre 15 e 18 anos que:
•         Estejam cursando o ensino médio na rede pública de ensino
•         tenham excelente desempenho escolar
•         possuam engajamento em atividades de responsabilidade social e de voluntariado há pelo menos 1 ano
•         tenham boa fluência oral em inglês
•         tenham iniciativa e sejam comunicativos
•         demonstrem flexibilidade e facilidade para adaptar-se a realidades e culturas diferentes
•         mantenham bom relacionamento em casa, na escola e na comunidade
•         pertençam à camada sócio-econômica menos favorecida
FOLDER_JOVEM_EMBAIXADOR
Os estudantes passam três semanas nos EUA: a primeira em Washington D.C. e as outras duas em diferentes estados do país, estudando em uma escola. Jonatha teve oportunidade de fazer o intercâmbio no início de 2010.
Este ano, o Departamento de Estado lançou a versão americana do programa. Treze jovens dos estados da Carolina do Norte, Montana, Oklahoma e Washington participaram do intercâmbio de três semanas no Brasil, de 2 a 20 de agosto. Eles passaram três dias em Brasília para conhecer a capital, visitar ONGs relacionadas à educação, além de ter aulas básicas de português. Na sequência, os jovens foram divididos em grupos e viajaram para Curitiba (PR), Guarapuava (PR),  Manaus (AM), Recife (PE) e Salvador (BA), onde ficaram hospedados em casas de famílias voluntárias. No final do programa, os jovens se reuniram no Rio de Janeiro para conhecer a cidade e apresentar  propostas de trabalho com base nos projetos visitados.
As incrições para a edição de 2011 do programa terminaram no dia 5 de agosto. Para obter mais informações, acesse http://www.embaixadaamericana.org.br/ya-index.php
Acompanhe o processo seletivo pela página no Facebook: http://www.facebook.com/EmbaixadadosEUA.BR

ago
25

UNEB discute Cultura Popular na Bahia

Postado por soteropolis

Cultura PopularA Cultura Popular, como o próprio nome diz, é algo que pertence ao povo e varia de acordo a localidade. São manifestações que se mantem vivas e que ganham novas características na contemporaneidade.

Visando identificar e valorizar essas manifestações, a Universidade do Estado da Bahia, UNEB, dá início a um projeto para dar ainda mais sustentação a essas manifestações culturais, tão presentes na comunidade. Quem encabeça o projeto é a professora Isa Trigo, que há mais de vinte anos trabalha essa temática. O objetivo é unir comunidade e Universidade para desenvolver atividades culturais, para isso primeiro passo é sentar e discutir os possíveis caminhos que podem ser utilizados.

Entre as atividades desenvolvidas estão palestras com profissionais da área cultural. A primeira delas contou com a participação do produtor cultural, Afonso Oliveira, que através do método intitulado “Canavial”, movimentou a cultura popular em Pernambuco. Segundo ele, o objetivo do método fazer com que as comunidades desenvolvam sua própria cultura e tenham domínio completo de tudo que pode ser produzido através dela. O maior exemplo de sucesso do método Canavial é o Maracatu, que se multiplicou e ganhou sustentabilidade após a sua implementação no estado.

Informações:  arteculturanauneb@yahoo.com.br


ago
25

Pedro Sá e Moreno Veloso em estreia nacional

Postado por soteropolis

190248[1]Os talentosos músicos Moreno Veloso e Pedro Sá tocaram juntos pela primeira vez em Ponta Del Diablo no Uruguai. A idéia era experimentar um projeto onde só a dupla estivesse reunida. O encontro deu tão certo que Moreno não exitou e trouxe o amigo para uma estréia nacional na noite quente do Rio Vermelho, no Tom do Sabor, em Salvador.

Para Pedro, o + 2, antigo projeto da dupla, que reuniu os também amigos Kassin e Domenico Lancellotti, “não dava espaço para o Moreno mostrar os seus dotes como cantor, e eu queria muito vê-lo cantando em um projeto só nosso”.

No palco, Pedro Escalifou na guitarra, provando porque  é o preferido do mestre Caetano Veloso e já um dos mais importantes músicos da sua geração. Com a extinta banda Mulheres que Dizem Sim, Pedro Sá e sua trupe inaugurou uma nova linguagem e um novo formato estético para as bandas de rock. Na sua cola surgiram bandas como Acabou La Tequila e Los Hermanos, considerada pelo público e pela crítica a banda de rock mais representativa dos anos 2000.

Moreno Veloso também não fica atrás. Apesar de carregar o emblema de filho de Caetano, vem trilhando o seu caminho na MPB com composições próprias. Veloso também fez parte do importante grupo Orquestra Imperial. Pedro Sá, além de um guitarrista virtuoso, produziu o último CD de Caetano Veloso, conferindo ao som do gigante uma pegada rock, visceral.


ago
20

Novo quadro: Janela da Fotografia, participe, envie sua foto!

Postado por soteropolis

Você tem fotografias da Festa da Boa Morte? Participe do quadro “Janela da Fotografia” do Soterópolis. Exibiremos os vários pontos de vistas de fotógrafos profissionais ou amadores sobre um mesmo tema. O primeiro escolhido foi a Festa da Boa Morte em Cachoeira. Envie sua foto para soteropolis@gmail.com com o assunto “Janela da Fotografia ” e participe!

Igor Fraga

Igor Fraga

ago
20

O musical infantil Papagaio estreia no Teatro Vila Velha

Postado por soteropolis

A partir deste final de semana, pais e filhos tem oportunidade de se divertir com o espetáculo  Papagaio, texto de Cacilda Póvoas e direção de Felipe de Assis. Trata-se de um musical infanto- juvenil, com músicas inéditas de Chico César, baseado em contos populares.

papagaio

Na história, uma moça recebe visitas de um príncipe encantado, em forma de papagaio. Um dia, por inveja, colocam uma armadilha que obriga o príncipe-papagaio a fugir para o seu reino, ferido. A moça sai então em uma peregrinação à procura desse reino e da cura do seu amado.

A peça, vencedora do edital Manuel Lopes Pontes, tem um elenco de experientes atores: Cláudio Machado, Diogo Lopes Filho, Evelin Buchegger, Fernanda Paquelet, Luisa Proserpio, Vanessa Mello e Vitório Emanuel. A equipe do Soterópolis acompanhou o ensaio aberto da peça. Ouviu algumas colocações do público e levou-as a dramaturga Cacilda Póvoas e ao diretor Felipe de Assis.

Papagaio entra em cartaz no dia 21/08. As apresentações vão ser no fim de semana e também na segunda-feira. Os espetáculos de segunda serão destinados a grupos escolares, embora a bilheteria esteja aberta para o público em geral. Para formar um grupo, entrar em contato com a produção do espetáculo no telefone (71) 3241-2983, das 10h às 17h.

Serviço:

Dias 21, 22 e 23 | Sábado, domingo, segunda | 16h

Dia 28 | Sábado | 16h

Dia 29 | Domingo | 11h e 16h

Dia 30| Segunda | 16h

Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)

Governo da Bahia  ©2017 | IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia. Secretaria da Educação do Estado da Bahia.