IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia
TV Rádio Notícias Interatividade

Histórico de julho de 2010

jul
30

Livro mostra acervo do Terreiro do Gantois

Postado por soteropolis

seleta_acervoO livro Seleta de Acervo – Memorial Mãe Menininha do Gantois, idealizado por Carmem Oliveira da Silva e organizado por Raul Lody, foi lançado no último dia 22 de julho, na Casa do Gantois, no bairro da Federação, em Salvador/Ba.
O livro é composto por cerca de 170 fotografias registradas por Claudiomar Gonçalves no Memorial Mãe Menininha. Foram retratados objetos pessoais, ferramentas, indumentárias, adjás, abebés, fios de conta, leques, etc.
A obra vai contribuir para assegurar o registro e a preservação dos bens patrimoniais materiais e imateriais deixados por Mãe Menininha.
A equipe do Soterópolis conversou com o antropólogo Raul Lody, com a atual iyalorixá do Gantois Mãe Carmem, com o cantor e compositor Gerônimo e com a cantora Gal Costa, que gravou uma canção de boas vindas, em iorubá, para o lançamento do livro.

jul
30

Exposição fotográfica da artista francesa Irina Ionesco em cartaz na Caixa Cultural Salvador

Postado por soteropolis

Por Arlon Souza

“Decifra-me ou te devoro”! As mulheres de Irina lançam ao enigma da esfinge qualquer Édipo ou Jocasta que se aventure pela exposição “Espelhos de Luz e Sombra”

Diante da câmera analógica Nikon, não se sabe se elas posam ou atuam. As personagens e imagens são arquitetonicamente construídas. Da maquiagem ao figurino, da luz ao cenário, tudo é detalhadamente pensado, manipulado.

Erotismo e elegância compõem harmoniosamente a mesma atmosfera. Há muita teatralidade nos elementos utilizados na fotografia de Irina Ionesco, hoje com 74 anos. As cenas se inspiram em personagens de autores como Goethe, em figuras da Commedia dell’arte, na tragédia grega e em ícones de diversas culturas.

A separação da mãe, aos 4 anos, e a carreira circence, iniciada aos 16, também influenciam muito o universo e o processo criativo da artista. De origem romena e nascida em Paris, em 1935, ela foi dançarina acrobática, encantadora de cobras, contorcionista e partner de atirador de facas. Mas, em um dos números, ela sofre um grave acidente, que limita seus movimentos. Todos esses fatos marcam muito o trabalho de Irina. Por isso, a “busca” da mãe no semblante de cada mulher fotografada, como ela própria afirma.

Mergulhe no universo fabuloso de Irina Ionesco no Soterópolis desta semana. Quinta-feira, às 19h30. Reprise no domingo, às 18h.

“Espelhos de Luz e Sombra” fica em cartaz na Caixa Cultural Salvador até o dia 22 de agosto. Visitação de terça a domingo, das 9h às 18h. Entrada gratuita. Rua Carlos Gomes, 57, Centro, Salvador – Bahia. Tel. (71) 3421-4200.

jul
29

Comemoração do centenário do Ilê Axé Opó Afonjá é destaque no programa de hoje.

Postado por soteropolis

O destaque do nosso programa  que vai ao ar às 19h30min, é o centenário do Ilê Axé Opó Afonjá. Fundado em 1910, o terreiro tem muitas histórias e foi um grande aliado no processo de afirmação e difusão da cultura afro-brasileira no território nacional. Reconhecido em todo país, hoje abriga em sua estrutura a Escola Municipal Eugênia Anna dos Santos e o Museu Ilé Ohun Lailai (em português, Casa das Coisas Antigas) além de edificações de uso religioso e habitacional.

Ilê Axé Opô Afonjá tem 39.000 m2.

Ilê Axé Opô Afonjá tem 39.000 m2.

A comemoração dos seus 100 anos começou no dia 13 de julho, data de aniversário de sua fundadora Eugênia Anna Santos, a Mãe Aninha, com uma Sessão Especial na Câmara Municipal de Salvador e prossegue até o próximo dia primeiro com festejos, inauguração do busto de sua fundadora, lançamento de livros e outras. Confira o calendário das comemoração:

13 de julho – Sessão especial de celebração do centenário do Ilê Axé Opô Afonjá na Câmara Municipal de Salvador, a partir das 18h, no Plenário Cosme de Farias;

30 de julho – Evento comemorativo no barracão de festas do Afonjá. Às 19h, saudação à Casa pelos alabês do terreiro, seguida da abertura do evento, performance do dançarino e coreógrafo Clyde Morgan, lançamento de selo comemorativo pelos Correios e apresentação do afoxé Filhos de Gandhy;

31 de julho – A partir das 8h, no terreiro, inauguração do busto de Mãe Aninha, mesas-redondas, lançamento de livros e exibição de vídeos, além da apresentação do bloco Cortejo Afro;

1º de agosto – Palestras no barrracão de festas, apresentação de grupos de capoeira, dança e da Banda Aiyê.

jul
29

Agenda Cultural

Postado por soteropolis

Julho tá acabando, mas agosto promete! Tem muita coisa legal rolando na cidade e no interior, até a próxima quinta – feira, dia D do Soterópolis. Aproveite o final de semana – e ou outros dias também, se possível – para ir ao teatro, visitar uma exposição, curtir um show! Veja algumas dicas que separamos para você:

(more…)

jul
29

O VI SEMCINE e o cineasta Pier Paolo Pasolini

Postado por soteropolis

A sexta edição do Seminário Internacional de Cinema e Audiovisual (que tá rolando desde o dia 26 de julho, em Salvador), tradicionalmente homenageia uma personalidade do cinema, e este ano, o cineasta italiano Pier Paolo Pasolini (1922-1975) é a figura escolhida para ter sua vida e obra dissecadas e discutidas por especialistas e pelo público.

Dono de um discurso feroz, transgressor e ao mesmo tempo transbordando em poesia, Pasolini era um homem de esquerda, membro do partido comunista italiano. Até hoje, sua morte (foi assassinado na praia de Ostia Roma) é cercada de polêmica, ao passo que até a hipótese de crime político é levantada.

Seus filmes são muito conhecidos por criticarem a estrutura do governo italiano (na época, fortemente ligado à igreja católica), que promovia a alienação e hábitos conservadores na sociedade. Além disso, seu cinema foi marcado por uma constante ligação com o arcaísmo prevalecente no homem moderno. Prova disso é a obra Teorema, em que um indivíduo entra na vida de uma família e a desestrutura por inteiro (cada membro da família representa uma instituição da sociedade).

Dirigiu os filmes da Trilogia da Vida com conteúdo erótico e político: Il Decameron, I Raconti di Canterbury e Il fiore delle mille e una notte. Pasolini, em um determinado momento da sua vida, renegou esses filmes, afirmando que eles foram apropriados erroneamente pela indústria cultural, que os classificava como pornográficos.

Pelo conteúdo pretensamente classificado como erótico, foi proibido nos Estados Unidos e só foi exibido na década de 80. No Brasil só foi exibido após a abertura política. Em Accattone de 1961, Pasolini pôs em prática sua visão sobre a classe do proletariado na sociedade Italiana da época.

O Soterópolis recomenda. Conheça a obra de Pasolini! Veja abaixo a filmografia do cineasta:

jul
29

Soterópolis indica

Postado por soteropolis

Festival de Música do Sesi 2010

O Serviço Social da Indústria -SESI/BA, está com as inscrições abertas até o dia 06/08 para a etapa estadual 2010 do Festival de Música. Podem participar os trabalhadores da indústria (industriários e empresários) e seus dependentes diretos (cônjuge e filhos), a partir de 16 anos de idade.

Os inscritos podem concorrer em duas categorias: músicas inéditas e interpretação de músicas já gravadas, de todos os gêneros e estilos. A final será entre os dias 10 e 12 de setembro, no Teatro do IRDEB. Os vencedores concorrem a prêmios em dinheiro, troféu, a música registrada em DVD e mais, participação na edição nacional do Festival, que rola em novembro.

Mais informações pelos telefones (71) 3616-7080 / 3616-7081 ou nas Unidades de Negócio do SESI.

Veja o regulamento do Festival no site www.fieb.org.br/sesi/musica

jul
22

Peça teatral O Avesso de Eva se inspira nos elementos do Cinema Noir para a construção dramatúrgica

Postado por soteropolis

Por Arlon Souza

A trama se apóia num triângulo amoroso dividido em quatro planos de interpretação: investigação, alegação, confissão e alucinação, semelhante ao que fez o dramaturgo pernambucano Nelson Rodrigues (1912-1980) na peça “Álbum de Família”, escrita em 1946.

Em o “Avesso de Eva”, dois homens e uma mulher compõem um jogo de sedução, mistério e suspense. Em torno das personagens, Mercúrio, Heitor e Diana, um movimento mútuo de atração e repulsão que os atormenta. A dúvida se estabelece, coloca em questão o objeto de desejo, a sexualidade.

As relações são frágeis, inconstantes e contraditórias. A narrativa é dinâmica, fragmentada e de elementos melodramáticos. O público é instigado pelo texto, pela música  e pelas intenções de cada plano de interpretação. O coletivo artístico Teatro Saladistar propõe ao espectador assumir o papel de detetive, cena a cena.

Essa é a terceira montagem do grupo, idealizado pela diretora teatral Amanda Maia, que tem no elenco os atores Ciro Sales, Vivian Rigueira e Will Brandão. O coletivo mantém um núcleo de investigação cênica, que se fundamenta principalmente nos estudos do teatrólogo francês Antonin Artaud (1896-1948).

Desvende todos os mistérios dessa história no Soterópolis. Quinta-feira, às 19h30. Reprise aos domingos, 18h.

jul
20

Agenda Cultural

Postado por soteropolis

Antigos sucessos do teatro voltam a estrelar nos palcos baianos. Muita exposição de artes visuais, shows no Pelourinho e estréias nos circuitos alternativos do cinema de Salvador. Confira os destaques da nossa agenda cultural!

(more…)

jul
19

Onde está Lindinho? – Tom Zé e a Feira da Mandioca em Irará-BA

Postado por soteropolis
Lindinho tenta zuar o escorregadio Tom Zé

Lindinho tenta zuar o escorregadio Tom Zé

O intrépido e gaiato repórter Lindinho desta vez foi até Irará, no interior da Bahia para ver de perto a Feira da Mandioca, e discutir com a população a mítica dubiedade em torno do alimento. E quem fez show lá no evento foi o mais nobre filho de Irará, o cantor e compositor Tom Zé. Ao ser alfinetado pelas traquinagens de Lindinho, o artista, espertamente, foi escorregadio e deixou o rapaz “boiando” na conversa. O resultado você vê nesta quinta, 19h30 no Soterópolis!

jul
19

Jayme Fygura é destaque no Soterópolis

Postado por soteropolis

O destaque do Soterópolis desta semana é o quadro Devaneios. Quem conversou com a apresentadora Luciana Accioly foi Jayme Fygura. Devaneios JAYME FIGURA 1Considerado excêntrico e misterioso, o artista performático utiliza o próprio corpo como suporte para criação artística. No divã, ele explica as suas intervenções e o motivo de andar pelas ruas com objetos que ocultam o rosto e corpo, entre outras provocações.

O programa também mostra o espetáculo O Pássaro do Sol, em cartaz no Teatro Sesi – Rio Vermelho. Produzido pela Companhia A Roda de teatro de bonecos, a montagem é o resultado de mais um encontro criativo entre a escritora baiana Myriam Fraga e a diretora Olga Gómez. O inédito conto que dá nome ao espetáculo é uma versão do mito indígena da descoberta do fogo.

Ainda no Soterópolis, o telespectador vai ter oportunidade de ver uma reportagem sobre a exposição Marc Riboud Photographe, na Aliança Francesa. A mostra reúne 60 imagens que fazem um panorama da carreira do fotojornalista francês e registram fatos marcantes do século XX.

O Soterópolis é apresentado por Luciana Accioly e dirigido por Silvana Moura. O programa pode ser visto na quinta às 19h30 e no domingo às 18h, ou pelo portal www.tve.ba.gov.br. O endereço do blog do programa é www.tve.ba.gov.br/soteropolis e o e-mail da produção soteropolis@gmail.com.

Governo da Bahia  ©2017 | IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia. Secretaria da Educação do Estado da Bahia.