IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia
TV Rádio Notícias Interatividade

Histórico de novembro de 2009

nov
30

Destaques desta semana

Postado por soteropolis

TEATRO, ARTES VISUAIS E BODY MODIFICATION SÃO OS DESTAQUES DESTA SEMANA!

 Uma reportagem especial sobre tatuagem, piercing e suspensão.

As exposições do MAM: Olódòdó de Sílvia Mecozzi; Tempo de Fundo de Lica Moniz e Pérolas Imperfeitas de David Glat.

A Última Sessão de Teatro, um espetáculo-homenagem ao ator Harildo Deda, direção de Luís Marfuz.

No estúdio: a banda Teclas Pretas e o clip Cidade Subtraída (e os perigos do sonambulismo filosófico).

A belíssima exposição Benin Está Vivo e Ainda Lá no Museu Nacional de Cultura Afro-Brasileira.

A agenda cultural da capital e do interior.

E muito mais!

Assista ao Soterópolis! Apresentação de Luciana Accioly e direção de Silvana Moura.

Quinta, 21 horas

Sexta, 18 e domingo 18h

www.tve.ba.gov.br/soteropolis 71-31167377

nov
27

Definindo Devaneios…

Postado por soteropolis

Por Luciana Accioly

Frame_Devaneios1Provocativo, irônico, inteligente. Devaneios, o novo quadro do Soterópolis, inova na proposta e no formato e coloca os entrevistados em um divã. O espaço é exclusivo para os incompreendidos artistas visuais baianos. Devaneios é apresentado por mim, que também assino a concepção e o roteiro do quadro. A edição é de Carol Ribeiro, mas sem o apoio de Carol Vieira Devaneios seria impossível.

Na estréia do quadro, trouxemos o artista visual Devarnier Hembadoom. Em breve, Ayrson Heráclito também vai deitar no nosso divã. Não perca Devaneios no Soterópolis (qui, 22h/ sex e dom 18h)

nov
27

Os Filhos de João fatura 4 candangos

Postado por soteropolis

No Soterópolis do dia 19, exibimos uma matéria sobre os baianos selecionados para 42º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro: os curtas “Apreço”, de Gabriel Trajano, e “Carreto” de Cláudio Marques e Marília Hughes, e o longa “Os Filhos de João – Admirável Mundo Novo Baiano”.

Na noite da terça-feira, 24, a capital do país sediou a premiação da mostra competitiva. O longa “É Proibido Fumar”, dirigido por Anna Muylaert, faturou oito prêmios dentre eles o melhor filme do júri popular. Mas o destaque foi para o baiano “Os Filhos de João”, que ganhou o candago de melhor filme do júri popular. Além desse prêmio, o longa de Henrique Dantas faturou o prêmio especial do júri. Para finalizar a lista de prêmio, Dantas ainda garantiu o candango de mlehor direção de arte em curtas digitais, com “Apreço”, do também baiano Gabriel Trajano.

Parabéns aos vencedores!

Confira, aqui, a lista completa de vencedores.

Veja, também, algumas fotos divulgadas pela produção do evento:

nov
26

21 horas

Postado por soteropolis

Hoje, exepcionalmente o programa começa às 21 horas com a abertura da Terceira Conferência Estadual de Cultura da Bahia em Ilhéus.

Fique ligado!

nov
24

Destaques da semana

Postado por soteropolis

Vamos estar ao vivo de Ilhéus  na abertura da Terceira Conferência Estadual de Cultura da Bahia.

Além disso, exibiremos reportagens especiais sobre a Convenção de Tatuagem; uma balanço do Ano da França na Bahia, o Festival Nacional Cinco Minutos e muita coisa mais.

Esta quinta começaremos às 21 horas com o Soterópolis especial direto de Ilhéus e iremos até às 23 horas com você. Uauuuu!

nov
20

No ar, nossa reprise

Postado por soteropolis

Assistam, agora, 18h, à reprise do Soterópolis, ao vivo, no site da TVE !
Você vai conferir uma entrevista com a secretária da Promoção da Igualdade, Luiza Bairros, e com Dão. Além disso, Onde Está Lindinho, irreverência e escracho na boêmia baiana. Não perca!

nov
19

Dão e sua Blackmusic

Postado por soteropolis

Dão está no nosso estúdio mostrando o novo clip Não vá disser que vai ficar de fora desse samba. Muito swing e as novidades do artista.

nov
19

Poesia Negra na semana da consciência

Postado por soteropolis

Sarau Bem Black 3Sarau Bem Black
A poesia com temática negra, engajada e divergente misturada com outras vertentes da arte negra como a música, o teatro e o cinema, essa é a proposta do Sarau Bem Black. O evento é realizado todas as quartas-feiras, pelo Coletivo Blacktude – Vozes Negras da Bahia, no Bar Sankofa, na Rua Frei Vicente, n° 7, Pelourinho.

Leia na íntegra os poemas “Cabeleira”, de Mara Marina e “Instinto de Negridade”, de Nelson Maca.

Cabeleira (Mara Marina)
Eu ando por aí com meu cabelo alto, africano crespo, rebelde natural, ameaçador aos lambidos, escovados, presos, embriagados em gel e cremes sem enxágüe, ideal para todos os tipos de cabelos. Abaixo as presilhas! Eu ando por aí de cabelos secos, soltos. O mundo me olha por isso. As crianças têm medo de mim. Umas olham impressionadas: sou a mulher gorila do circo (Monga nas calçadas da grande cidade- não há truques). Umas olham sorridentes: sou algum personagem, assistente de palco de programa infantil (roupas coloridas e uma peruca engraçada). E meu cabelo cresce a cada passo. Ele não cresce, ele incha a cada passo. Sobe mais. Eles olham mais. E eu rio deles. De mim. De poder fazê-los ri. Sinto este poder. Este e outros. O poder da autonomia. Da coragem e da liberdade. Da transgressão. De ser superior a algumas cabeças. De meu cabelo me fazer maior que eles. Me diverte e me orgulha ser oportunidade para acreditarem na ilimitação do comportamento imprevisível.
Eu sou seu monstro. Surgi calma, carregando um cabelo, que sobe a cada dois segundos. Não sou uma louca de rua. Não sou mendigo. Não sou artista. Não sou um personagem. Não, não sou Monga, nem trabalho com a Vovó Mafalda. Também não sou hippie. Desculpe, não tenho licença poética para andar entre vocês tão à vontade. Sou uma menina que trabalha, descendente de África, que me deu cabelo duro. Que o solta. Um cabelo que o vento não assanha, que a água não despenteia. Ele não é penteável. Ele é independente de mim, de pentes, escovas, cordões ou cremes. Ele é invejável, não? Você gostaria de andar com ele? Não com ele, mas com o seu, natural. Assumi-lo. Liso, em cachos, brancos, tingidos ou alisados. Como você o quer. Livre de conselhos e imagens de belas atrizes. Você não é belas atrizes. Você é bela. Com seu cabelo.
Amo as pessoas me olhando. Elas me divertem. Como são estranhas. Como me estudam. Como me compreendem. Admiram a dança dos fios com o vento. Admiram eu não passar a mão para colocá-los no lugar. Mas é que eles não têm lugar. E tento segui-lo. Tento ser ele meu guia. Transformar-me neste incontável número de fios libertos.
Eu ando por aí, coroada com esse meu cabelo “ruim” feliz, sendo invejada.

Instinto de Negridade (Nelson Maca)
Não há dúvida que o meu verso é também o meu quilombo ardente
Atento às doutrinas absolutas que me querem escalpelar o pixaim
Queimar na fogueira do esquecimento meus sentimentos íntimos
Alisar minha língua no ferro do feitor que mantém acesa a fogueira
Conformar meu silêncio na pasta quente para endireitar meus gestos

nov
19

Luiza Bairros no Soterópolis

Postado por soteropolis

Hoje, no estúdio, uma entrevista com Luiza Bairros, socióloga e secretária de Promoção da Igualdade/ BA. Com os devidos créditos, confira a entrevista que a secretária concedeu a Revista Claúdia. Ressaltando que não se trata de preguiça da nossa equipe, vale conferir as idéias e os projetos de Luiza Bairros:

(more…)

nov
19

Negros, no DOCTV IV

Postado por soteropolis

baianas_300dpi__1244068890Na semana da Consciência Negra, o documentário Negros, de Mônica Simões, integra a programação da TVE. Numa reportagem do Soterópolis, a diretora fala da seleção de imagens, uma verdadeira garimpagem de filmes e vídeos de arquivos públicos e particulares, da década de 1920 até o ano 2000. O média-metragem recupera a construção da imagem do negro na Bahia.

Exibições quinta 23 horas e domingo 23:15 na TVE

Assista pelo nosso site

Governo da Bahia  ©2017 | IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia. Secretaria da Educação do Estado da Bahia.