IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia
TV Rádio Notícias Interatividade

(A passagem do afoxé Filhos de Gandhy)

Patrimônio Imaterial dos Afoxés

Aconteceu hoje, nos jardins do Palácio da Aclamação, a cerimonia de reconhecimento do desfile dos afoxés como patrimônio imaterial da Bahia.

Terça-feira, 30 de novembro de 2010. Os grupos de afoxés conseguiram um feito que há muito lutavam. Transformar os desfiles dos afoxés em patrimônio cultural imaterial da Bahia. O governador Jaques Wagner assinou o decreto que reconhece oficialmente esta manifestação cultural, o que possibilita um maior investimento do governo nestes grupos. Um café da manhã realizado hoje, no Palácio da Aclamação, reuniu 23 afoxés de Salvador, entidades do carnaval ouro negro e estudiosos e ativistas da cultura negra, além de autoridades do estado. O secretário de cultura, Márcio Meireles, que representou o governador Jaques Wagner, ressaltou o significado deste reconhecimento.

Um livro intitulado Desfile de Afoxés, produzido pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural, e editado pela Fundação Pedro Calmon, e um cd e dvd intitulados O Corredor Midiático, produzido pelo Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia, conta a historia dos desfiles dos afoxés no carnaval baiano. O presidente do afoxé Filhos de Gandhy, Agnaldo Silva, fala da importância deste decreto para os afoxés.

Para o presidente do Ilê Ayê, Vovô do Ilê, esta medida fortalece e dá mais visibilidade aos grupos.

De 2007 a 2010 o IPAC já reconheceu como patrimônios imateriais a festa de Santa Bárbara, o carnaval de Maragojipe, a festa da Boa Morte e agora o desfile dos afoxés.

Reportagem por Fagner Abreu

Deixe um comentário

Governo da Bahia               ©2019 | IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia. Secretaria da Educação do Estado da Bahia.