Salvador, 12 de dezembro de 2017
Portal do IRDEB
Principal > IRDEB > Acontece > Semana Indígena

alt

A TVE apresenta, entre os dias 16 e 20 de abril, a 'Semana Indígena' com documentários que relatam a vida e a luta dos povos indígenas. O primeiro curta a ser exibido é o curta 'Para Onde foram as Andorinhas?' às 21h, e, logo em seguida, 'À Sombra de um Delírio Verde', às 21h30, no domingo.
Na segunda-feira (17) tem sessão especial com vídeos produzidos pela Mídia Ninja- Narrativas Independentes, Jornalismo e Ação –, às 18h.  
Os dois documentários apresentados no domingo, ganham novas sessões: 
terça-feira (18), a TVE exibe 'À Sombra de Um Delírio Verde', às 18h e  na quarta-feira (19), também às 18h, haverá reexibição de 'Para Onde foram as Andorinhas?'. Já na quinta-feira (20),a TVE apresenta o curta "Xukuru Ororubá", às 18h.

Curta- metragem "Para onde foram as andorinhas?"

O clima está mudando, o calor aumentando. Os índios do Xingu observam os sinais que estão por toda parte. Árvores não florescem mais, o fogo se alastra queimando a floresta, cigarras não cantam mais anunciando a chuva porque o calor cozinhou seus ovos. Os frutos da roça estão se estragando antes de crescer. Ao olhar os efeitos devastadores dessas mudanças, eles se perguntam como será o futuro de seus netos.
A filmagem ganhou o Prêmio de Melhor Curta Metragem no Festival Ambiental das Ilhas Canárias, 2016, Prêmio Refúgios e Mudanças no Festival ENTRETODOS de Direitos Humanos, 2016 e Prêmio de Melhor Curta Metragem FestCine Amazônia, 2016, com direção de Mari Corrêa, roteiro de Paulo Junqueira e produção do Instituto Catitu e Instituto Socioambiental.

Curta-metragem "À Sombra de um Delírio Verde"

Na região Sul do Mato Grosso do Sul, fronteira com Paraguai, o povo indígena, com a maior população no Brasil, trava quase silenciosamente, uma luta desigual pela reconquista de seu território. Expulsos pelo contínuo processo de colonização, mais de 40 mil Guarani Kaiowá vivem hoje em menos de 1% de seu território original. Sobre suas terras encontram-se milhares de hectares de cana-de-açúcar plantados por multinacionais que, juntamente com governantes, apresentam o etanol para o mundo como o combustível "limpo" e ecologicamente correto.
Sem terra e sem floresta, os Guarani Kaiowá convivem há anos com uma epidemia de desnutrição que atinge suas crianças. Sem alternativas de subsistência, adultos e adolescentes são explorados nos canaviais em exaustivas jornadas de trabalho. Na linha de produção do combustível limpo são constantes as autuações feitas pelo Ministério Público do Trabalho, que encontram nas usinas trabalho infantil e trabalho escravo.Em meio ao delírio da febre do ouro verde (como é chamada a cana-de-açúcar), as lideranças indígenas que enfrentam o poder que se impõe muitas vezes, encontram como destino a morte encomendada por fazendeiros.
Com duração de 29 minutos, "À Sombra de um Delírio Verde" é narrado por Fabiana Cozza e dirigido por An Baccaert, Cristiano Navarro e Nicola Mu.

Curta-metragem "Xukuru Ororubá" 

"Estamos estudando o passado, vivendo no presente e propondo um novo futuro!" A frase retrata a força política dos Xukurus e se sustenta na força dos encantados que habitam a serra sagrada do Ororubá. Imersos no mundo moderno, onde impera a política de exclusão, os Xukuru afirmam sua identidade reelaborando suas crenças e criando formas alternativas de organização social, mantendo vivo o sonho de Xikão Xukuru. 
Com duração de 15 minutos, "Xukuru Ororubá", é de 2008  vai ao ar na quinta-feira (20), às 18h.


Sessão Mídia Ninja

Na segunda -feira (17), às 18h, serão apresentados três vídeos (docs) produzidos pela Mídia Ninja -Narrativas Independentes, Jornalismo e Ação- sobre atual situação de algumas tribos indígenas do Brasil.

Õkãpomaɨ - Expedição Yanomami

Õkãpomaɨ, denominam os Yanomami, aqueles que desafiam os riscos de uma viagem por caminhos desconhecidos para obter informações estratégicas sobre o inimigo, detectar a sua aproximação e prever eventuais ataques. Na nova luta que se trava na linha de frente do contato com o mundo dos brancos, essa é a estratégia dos Yanomami de hoje para defender o seu território, a maior Terra Indígena do país e uma das maiores áreas de floresta protegida do Brasil.
Em outubro de 2014 uma expedição percorreu mais de 50km na borda leste da Terra Indígena Yanomami, estado de Roraima, buscando sinais de degradação e pressão ambiental promovidas por invasores não-indígenas. A viagem foi composta por oito indígenas Yanomami, dois indigenistas do Instituto Socioambiental (ISA), 12pm photo e um fotógrafo Mídia Ninja.

Jornada Esportiva e Cultural Indígena - Aldeia Ka'aguy Porã

Em abril de 2016, a Primeira Jornada Esportiva e Cultural Indígena (Jeci) reuniu índios de vários estados do Brasil na aldeia Ka'aguy Ovy Porã (Mata Verde Bonita), em São José do Imbassaí, para uma festa com jogos, danças, músicas, lutas e gastronomia indígena. O curta mostra um pouco do evento, que foi realizado com apoio da prefeitura de Maricá. Participaram mais de 10 etnias de todo o Brasil, em uma agenda repleta de jogos e atividades.

Tekoha - A Retomada da Terra Sagrada

Um retrato sobre a situação de risco dos indígenas Guarani-Kaiowá, no Mato Grosso do Sul, e a disputa deflagrada com os fazendeiros pelo território, que derrama sangue e impulsiona um cenário de convulsão social. Uma produção realizada em 2012 e que mostra uma situação de extermínio da população indígena, que continua até hoje.

Sobre a  Mídia Ninja - Narrativas Independentes, Jornalismo e Ação – é uma rede de comunicadores que produzem e distribuem informação em movimento, agindo e comunicando. A pauta é motivada pela luta social e a articulação das transformações culturais, políticas, econômicas e ambientais. Buscam a multi parcialidade de narrativas e estão em “estado permanente de documentário”, para gerar conteúdos que se contraponham às narrativas da grande mídia e forneçam em ritmo acelerado mais elementos para os debates atuais. Isso inclui a realização de reportagens, curtas e documentários sobre todas as lutas sociais. Os direitos indígenas estão na pauta da Mídia Ninja.



 
Governo da Bahia

© 2017 | IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia. Secretaria da Educação do Estado da Bahia.