IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia
TV Rádio Notícias Interatividade

Artes nas Quebradas – Uma ação cultural pela melhoria das condições de vida da população negra

Resitência ComunitáriaUma Ação Cultural pela melhoria das condições de vida da população Negra 

No próximo feriado, 1° de maio, a organização Resistência Comunitária (R.C) e a Oficina de Corpo, do Subúrbio Ferroviário realizam a ação contínua “Artes nas Quebradas” – Um ato de organização e luta contra o genocídio do Povo Negro. A atividade terá início às 15h no salão principal da Associação de Moradores de Pau da Lima – AMPLI (localizada rua direta de São Marcos, em frente a Caixa Econômica).

Dentre as atrações destacam-se o espetáculo Cidadão Comum Refém; o debate Aberto (sobre?); a roda de Capoeira do Grupo Vivendo e Aprendendo e convidados; o recital poético e a Roda de Samba. Ainda compõem a programação expressões artísticas e esportivas.


Esta ação tem como objetivo celebrar, mas acima de tudo, abrir uma brecha para reflexão, principalmente, por que neste exato dia a cidade estará em festa, ignorando tudo que há de mazelas em nossas quebradas. Um silêncio contínuo que deve ser quebrado, afinal, o “Artes nas Quebradas” é uma ação pelo enfrentamento à violência contra a juventude negra e em defesa da vida.

Os organizadores também têm o interesse de levar essa ação a outros lugares da comunidade de Pau da Lima, como espaços públicos, escolas e outras instituições comunitárias, agindo diretamente como um importante mecanismo de atuação e combate politico e cultural à violência dentro de nossas comunidades. Coordenador do Fórum Baiano de Juventude Negra e integrante do R.C, Elder Costa, destaca que o encontro “marca a retomada de um processo de mobilização comunitária na luta contra o genocídio do Povo Negro, tendo em vista o elevado índice de exclusão social, mortes, violações de direitos e encarceramento da Juventude Negra”.

 Sobre a apresentação teatral – O espetáculo Cidadão Comum Refém, traz em cena temáticas cotidianas vivenciadas por moradores de bairros periféricos como a brutalidade policial, o abandono do poder público e a violência contra a Juventude Negra. Com uma mistura de performance corporal, imagens, vídeos e luzes que causam uma reflexão forte para quem assiste, o espetáculo é intitulado e conduzido pela música de autoria de Charlie Brow Jr e Mv Bill. “A encenação tem participação direta com a plateia que a todo momento é instigada a contribuir, afinal o espetáculo denuncia a violência e o abuso de poder por parte dos mecanismo de segurança pública do Estado.”, ressalta o diretor Dêivid Gonçalves. A ação política e cultural ainda conta com o apoio e participação de  artistas locais e membros de organizações do terceiro setor e de outras comunidades.

Programação
15h – Abertura  com roda de capoeira do grupo Vivendo e Aprendendo conduzido pelo mestre Toby;
15:40 – Apresentação da peça Cidadão Comum Refém, do Grupo  Oficina de Corpo bairro do Uruguai;
16:10 – Debate aberto sobre o espetáculo cidadão comum refém juntamente com intervenções poéticas;
17:20 – Roda de samba com o grupo  7 Love
18h – Finalização

Serviço:
O quê: ação contínua “Arte nas Quebradas” – um ato de organização e luta contra o genocídio do Povo Negro;
Como:  roda de capoeira, apresentação do espetáculo Cidadão Comum Refém seguido de debate aberto, recital poético e roda de samba;
Onde: na Associação de Moradores do bairro de Pau da Lima (AMPLI) localizada rua direta de São Marcos, em frente a Caixa Econômica;
Quanto? GRATUITO

Mais informações:
Eduardo Machado ( 71) 8848-5558
jdumachado@gmail.com 

Dhotta Fritz
(71) 8228-4588
dhottafritz@gmail.com 
rc_oficial16@yahoo.com.br  

Tags: , ,

Deixe um comentário

 
Governo da Bahia  ©2019 | IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia. Secretaria da Educação do Estado da Bahia.