IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia
TV Rádio Notícias Interatividade

Iemanjá Black dá o tom da cultura negra no dia 2 de fevereiro

Boa música e feijoada sempre foram sinônimos de comemoração. Reunidos em uma festa com identidade étnica promovida pelo ator Jorge Washington – do Bando de Teatro Olodum– e a estilista Madá (Negrif) resultam na 3ª Iemanjá Black. A melhor opção para festejar a Rainha do Mar no dia 2 de fevereiro começa às 11h, no Sunshine Bar (próximo à Colônia de Pescadores Z1 do Rio Vermelho).

Nesta edição, as atrações são a cantora e atriz Denise Correia com a banda ‘Na Veia da Nêga’ e o grupo Samborim, referências da nova geração da música negra da cidade, além da participação de Érico Brás (de personagens como Reginaldo de ‘Ó paí, Ó’ e o Jurandir de ‘Tapas e Beijos’) – que está em cartaz na cidade com o espetáculo ‘Orfeu Canta para Vinicius’, no Café Teatro Rubi-Sheraton (23,24,30 e 31/01)– e Tonho Matéria.


O acesso será pela camisa com estampa exclusiva da Negrif que traz uma imagem estilizada de Iemanjá com direito a uma deliciosa feijoada. O preço individual é R$ 50 e a casadinha pode ser adquirida por R$ 80 até próximo dia 30/01. Os ingressos podem ser adquiridos na Negrif, Rua Carlos Gomes Edf. Bariloche, nº 616, Dois de Julho (depois da Central das Bolsas), das 10h às 18h horas, a partir da próxima quinta-feira(23). O espaço tem capacidade para 500 pessoas é climatizado, foi ampliado e passou por reforma para proporcionar mais conforto. Sem contar que é pertinho da colônia de pescadores de onde sai o presente principal para a homenageada do dia.

Com enfoque na valorização dos costumes da comunidade negra de Salvador, a Iemanjá Black tem o propósito de preservar ressignificando os elementos criados por negros e negras em representações fortes da cultura baiana. A presença étnica está presente desde a marca da festa, passando pela escolha das atrações, convidados e decoração. Criada por pescadores do Rio Vermelho, a Festa de Iemanjá tem ligação forte com a religiosidade de matriz africana dentro da tradição de manifestações populares em Salvador.

Denise Correia apresenta o show “Black Tudo”. No repertório canções autorais, já conhecidas pelo público em shows pela cidade, além do melhor da que vai da black music, samba rock, mpb, passando pelo pop até o rock, além dos grandes nomes da MPB.

O grupo Samborim prolonga a festa que segue até as 18h com o samba tradicional aliado a diversidade rítmica brasileira. No mais, Traga seu presente para a dona da festa e venha fazer parte da confraternização que já faz parte da programação de uma das festas mais populares da cidade.

 

SERVIÇO:

O Que: Iemanjá Black
Quando: 02 de fevereiro
Preço: R$ 50 (individual) e R$ 80 (casadinha até 30/01)
Local: Sunshine Bar, Rua Guedes Cabral, 20 – Rio Vermelho  (próximo à Colônia de Pescadores Z1).

 

 

 

Tags: , , , , , , , , , , , ,

Um Comentário para “Iemanjá Black dá o tom da cultura negra no dia 2 de fevereiro”

  1. Aparecida disse:

    gostaria de saber se agora 2015 terá a feijoada quanto é, onde vende tel para contato

Deixe um comentário

 
Governo da Bahia  ©2020 | IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia. Secretaria da Educação do Estado da Bahia.