IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia
TV Rádio Notícias Interatividade

DEU CURTO NO CIRCUITO


Cinco cineastas baianos levam humor ao Carnaval 2013
pela TVE Bahia e pelo Portal do Carnaval do Estado
www.carnaval.ba.gov.br

Uma nova geração de cineastas baianos vai experimentar uma direção pouco convencional nos dias de folia no quadro Curto Circuito da TVE: Adler Paz, Daniel Lisboa, Diego Lisboa, Matheus Vianna e Pedro Léo vão mostrar ao mundo o que é o Carnaval de Salvador para os soteropolitanos. Mas, como? Em plena folia, quatro atores e um DJ viverão personagens hilários que remetem a figuras que, com certeza, encontramos na festa soteropolitana: os pesquisadores de expressões populares, ativistas sociais, colunistas e, claro, representantes das classes populares, como a manicura Elisinha, vivida pela atriz Zeca Abreu. Além de Zeca, estão também os atores Raul Moreira, Ângelo Flávio e Bertrand Duarte e o DJ Branco. O quadro vai ao ar durante toda a programação da TVE Bahia, entre os dias 07 e 12 de fevereiro.

A MANICURA. O diretor Adler Paz e a atriz Zeca Abreu têm um desafio: lutar, junto com a Elisinha de Valéria, pela justa ocupação do espaço público. A personagem, uma manicura que mora no subúrbio de Salvador, no bairro Valéria, é bastante batalhadora, mas, também, reclama muito das dificuldades que enfrenta na vida, dos “problemas do sistema”, e está revoltada com tanta coisa e gente nas ruas da cidade. São camorotes, arquibancadas, vendedores ambulantes, trios-elétricos e tudo mais ocupando espaços que nem sempre ela consegue desfrutar, o que a deixa muito chateada, sobretudo porque ela, que trabalha o ano todo, quer viver seus seis dias de fantasia carnavalesca na avenida. Reivindicando seus direitos, a personagem dirá sempre: “Eu pago IPTU!”. “Zeca já tem essa pegada de humor. E a personagem, que tem um perfil de mulher trabalhadora, acha que tem o direito de entrar em qualquer lugar. Então, a gente vai acompanhar o bloco Pipoca Indignada, a Mudança do Garcia; vamos procurar famílias de vendedores ambulantes para trazer essa visão do carnaval”, conta Adler.

O CALUNISTA SOCIAL. O ator Raul Moreira será Charles Terry, um colunista social, mas que funciona como um “calunista”, pela quantidade de calúnias que traz aos seus entrevistados. Sob direção de Daniel Lisboa, Raul irá a camarotes do Carnaval de Salvador, acompanhando desde os preparativos dos ambientes de luxo dos espaços, onde Charles acredita que estará para desfrutar os dias de folia. O personagem é uma espécie de caça-status, querendo acompanhar a alta sociedade em grandes eventos, buscando ter uma inserção em ambientes que ele considera de requinte da fina flor baiana. “É um cara meio incoveniente, que faz perguntas incovenientes, troca nomes, mas tudo sempre com muito humor”, diz Daniel. No figurino, mesmo sob o calor do verão soteropolitano, a elegância do corte de um terno não faltará ao “calunista social”.

O INVESTIGATIVO. No Curto Circuito, um repórter investigativo vai entrar em cena neste carnaval: é o DJ Branco, que vai descobrir o que fazem os ativistas do movimento Hip-Hop durante a Folia de Momo. Desde os artistas visuais contratados para grafitar em decorações de grandes camarotes, até outros que trabalham como cordeiros, o repórter investigativo quer saber onde estão os MCs, os grafiteiros, os dançarinos de break e os DJs durante o carnaval. “Nós vamos interagir com pessoas que circulam na rua, vamos dialogar com o pessoal do hip-hop, com a galera que trabalha em funções diversas para ganhar dinheiro no carnaval”, explica Dj Branco. Sob direção de Pedro Léo, as investigações terão como alvo a Praça da Sé, onde encontrarão um diálogo de break com a capoeira, e os circuitos da Barra e do Campo Grande. O repórter investigativo também já levantou algumas pautas e descobriu que, apesar de o Carnaval de Salvador ter muita Axé Music, o Rap tem seu lugar, inclusive com artistas convidados de fora da Bahia, por isso, também terá vez no quadro da TVE.

O ANTROPÓLOGO. Outro personagem que vamos encontrar é o Paulo John Santos, que, como todo bom acadêmico, traz um detalhado currículo. Aliás, um detalhado curriculum uitae, em latim! Mais conhecido como Paul Santos, é filho de pai angolano e mãe senegalesa. Nasceu em Salvador na intensa década de 70, mas, antes mesmo de completar um ano, foi morar em Luanda, onde viveu até adolescência. Aos 12 anos, foi estudar na França. Aos 20, ingressou na Sourbonne, onde estudou Antropologia e debruçou-se na carreira acadêmica, tornando-se um pesquisador ávido da diáspora africana, com foco no Caribe e América Latina. Com uma sensibilidade acentuada, o ator Ângelo Flávio articula humor e poesia para estabelecer a visão de mundo de seu personagem, sob direção de Matheus Vianna. Em 2013, Paul retorna a Salvador para dar seguimento a sua tese, com a missão de investigar, de forma leve e provocativa, alguns objetos específicos do carnaval, como distorções das tradições dos Filhos de Gandhy, a presença do jazz e instrumentos de sopro, o surgimento do samba e seus desmembramentos, além do sincretismo comercial das músicas de candomblé. Estão no roteiro de Paul, uma pesquisa de campo, um diário de bordo, em que o acadêmico estará a todo instante exposto, imerso nas entranhas desta grande festa, provocado e provocando. Acompanharemos o antropólogo em um mergulho na folia, um encontro com suas essências e seus questionamentos, sempre com um humor provocativo.

O QUASE JORNALISTA. Seo Narciso, interpretado por Bertrand Duarte sob direção de Diego Lisboa, é um homem de meia idade que traz, de forma ligeira, duas características: é alguém aficionado pelo Carnaval de Salvador e sempre sonhou ser jornalista. Aproveitando o movimento contemporâneo de redes sociais, viu uma oportunidade de se realizar: confere os bastidores do carnaval e publica tudo em seu perfil no Facebook. São fotos, textos e curiosidades que só ele mesmo viu! Narciso, fascinado pelo universo da comunicação, acredita em seu potencial jornalístico, mesmo que sob uma forma incoveniente de conseguir notícias. “Na verdade, ele é um cidadão frustrado porque não é jornalista, então, ele tenta aqui e ali conseguir alguma coisa e até ameaça as pessoas de colocar suas fotos na internet”, diz Diego. Para o personagem Seo Narciso, foi criada conta no site de relacionamento, onde Bertrand, inebriado de seu personagem, vai dar continuidade à sua magia carnavalesca com Seo Narciso. Viva a fantasia!

 

ASCOM – Assessoria de Comunicação
IRDEB / TVE Bahia / 107.5 Educadora FM
Secretaria de Comunicação do Estado da Bahia
ascom@irdeb.ba.gov.br
assessoriairdeb@gmail.com
Tel. (71) 3116-7443

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

 
Governo da Bahia  ©2020 | IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia. Secretaria da Educação do Estado da Bahia.