IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia
TV Rádio Notícias Interatividade

Parceiros discutem Encontro do Ano Internacional dos Afrodescendentes

Agendado para acontecer em Salvador, nos dias 17, 18 e 19 de novembro, evento deverá reunir cerca de sete chefes de Estado, parlamentares e representações do movimento social negro

A capital baiana sediará em novembro, o Encontro Mundial do Ano Internacional dos Afrodescendentes – importante reunião sobre questões relativas a essa população nos países Ibero-Americanos. Para definir diretrizes, reuniram-se hoje (05), na Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), representantes dos órgãos parceiros na organização do evento. As atividades acontecerão de 17 a 19 de novembro, em Salvador, marcando as celebrações do 20 de Novembro – Dia da Consciência Negra, e do Ano Internacional dos Afrodescendentes – 2011, conforme a resolução 64/169 da Organização das Nações Unidas (ONU).


Devem participar do encontro políticos e representantes de movimentos sociais e chefes de Estado de diversos países com população afrodescendente, como Cuba, Colômbia, Venezuela, Nicarágua, Panamá, Caribe e México, além de autoridades de países africanos. Além de uma reunião de chefes de estado e de governo no dia 19, o encontro prevê atividades voltadas para a sociedade civil e a construção de uma carta de Salvador. Entre as mesas de debates, uma será dedicada à discussões acerca da influência africana no Caribe e na América Latina, em função do legado da África para a história e cultura desses países.

A organização do evento, proposto pela Secretaria Geral Ibero-Americana (Segib), ficará a cargo do Itamaraty, da Seppir e da Secretaria de Promoção da Igualdade do Estado da Bahia (Sepromi), com apoio da Secretaria estadual para Assuntos Internacionais e da Agenda Bahia (Serinter). O ex-ministro da Cultura, Juca Ferreira, é o embaixador Especial da Segib para a Comemoração do Ano Internacional dos Afrodescendentes.

Na reunião de trabalho ocorrida hoje, no gabinete da ministra da Seppir, Luiza Bairros, representaram o Ministério das Relações Exteriores, o ministro chefe do Departamento de Temas Sociais do Itamaraty, Sílvio Albuquerque, os diretores da Segib, German da Rosa e Alice Pessoa de Abreu, o presidente da Fundação Cultural Palmares da Secretaria de Cultura da Bahia, Ubiratan Castro, o secretário da Serinter, Fernando Schimidt.

Segib
A Segib é uma organização internacional com sede em Madri, criada em 2003, fruto da I Cúpula Ibero-americana de Chefes de Estado e de Governo celebrada em 1991. É constituída por 22 países – 19 na América Latina e três na Península Ibérica, Espanha, Portugal e Andorra. A Segib é o órgão permanente de apoio institucional e técnico da Conferência Ibero-americana realizada dentro da Cúpula.

Os objetivos da organização são auxiliar na preparação, coordenar e executar mandatos das Cúpulas de Chefes de Estado e de Governo, fortalecer a cooperação no marco da Conferência Ibero-americana, promover e estreitar vínculos históricos, culturais, sociais e econômicos entre os países ibero-americanos, reconhecendo e valorizando a diversidade entre seus povos, e contribuir para o fortalecimento e integração da Comunidade Ibero-americana, além de promover sua projeção internacional.

Tags: , ,

2 Comentários para “Parceiros discutem Encontro do Ano Internacional dos Afrodescendentes”

  1. Adão Oliceira disse:

    QUE EM 20 DE NOVEMBRO DE 2011
    33 ANOS APÓS O ATO DE 7 DE JULHO DE 1978
    O POVO BRASILEIRO SAÍBA ESCOLHER O RUMO CERTO
    hOJE SÃO MAIS DE TREZENTOS MUNICÍPIOS NOS QUAIS
    20 DE NOVEMBRO É FERIADO
    MOTIVO DE ALEGRIA E VITÓRIA
    VITÓRIA DOS MILITANTES NEGROS DO PASSADO, DO PRESENTE E DO FUTURO
    Mas a dor ainda visita o nosso coração
    Entre tantas mortes-jovens
    Choramos um menino, no Rio de Janeiro
    Onze anos
    Onze anos, ele tinha,
    Quando ele nasceu
    João Paulo II, o Papa peregrino,
    Pediu Perdão pelos crimes que a Igreja Catílica Apostólica Romana
    Cometeu ao apoiar e usufruir da Escravidão
    Escravidão de Povos Africanos
    Mas parece que o Deus
    O Deus referenciado nas Cédulas de Reai$
    O Deus referenciado na Constituição Federal Brasileira
    Parece que não é o mesmo Deus de AMOR e Justiça que a gente cultua
    O nosso Deus nos diz:
    “Vai…Repara os teus erros, reconcilia-te com o teu irmão, antes de desejardes o CÉU”
    Assim deveria ser tanto na Terra quanto no Ceu
    “UBUNTU”
    “Sou o que sou, porque somos todos nós”
    Mas na Terra das famílias herdeiras do escravismo impera a lei do mercado
    Mercado Hebraíco-Fenício-Romano
    Onde O Deus está submetido ao serviço da Ordem e do Progresso
    E não à serviço do AMOR e da JUSTIÇA

    QUE em 20 de NOVEMBRO de 2011
    Nós, povo brasileiro, Afrodescendentes
    Saibamos quais caminhos e passos a seguir
    Muitos, entre nós, ainda optam física e mentalmente
    Por viver do trabalho escravo ou em condições degradantes
    Optam por derramar, em torturas, projéteis e porradas,, o sangue da juventude negra
    Que os próximos 33 anos sejam positivamente diferentes
    E são contrários a políticas públicas que se pautam pela reparação
    COTAS? PRÓUNI? TITULAÇÃO DE TERRAS PARA QUILOMBOLAS? EDUCAÇÃO DE QUALIDADE PARA TODOS? POLICIAIS JUSTOS E HONESTOS À SERVIÇO DE TODOS?

    CADA UM DE NÓS É CONVIDADO A DECIDIR QUE PAÍS SE DESEJA CONSTRUIR PARA NÓS E NOSSOS FILHOS VIVER.

    Viva o 7 de Julho de 1978
    Viva o 7 de Jlho de 2011
    Viva o 20 de Novembro
    Viva 2011 – ANO INTERNACIONAL DOS AFRODESCENDENTES

    Adão Oliveira
    MNU – São Paulo

  2. JORSY disse:

    PARABÉNS A TODOS QUE UNIDOS BUSCAM POR ESSA “IGUALDADE” E REPARAÇÃO. SOU DO MUNICÍPIO DE AMARGOSA E BUSCO LUTAR COM OS QUE ME ACOMPANHAM A FAVOR DOS NOSSOS DIREITOS E DO RESPEITO ÁS DIFERENÇAS.
    AFROabraços!!
    JORSY

Deixe um comentário

 
Governo da Bahia  ©2020 | IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia. Secretaria da Educação do Estado da Bahia.