IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia
TV Rádio Notícias Interatividade

Vem ai o filme Jardim das Folhas Sagradas

Jardin das Folhas SagradasJardim das Folhas Sagradas narra uma história envolvente, capaz de atrair e prender a atenção do público, pela riqueza da linguagem e da trama, construídas com elementos de humor, suspense, aventura, intriga política, romance, lenda, magia, mistério e drama. Propõe, por outro lado, a reflexão crítica sobre a história e o presente da cidade do Salvador.

Trailer do Jardim
Intriga política, romance, magia, mistério e drama.

Em diversas dimensões da sociedade local, o candomblé responde por considerável parcela do amálgama cultural da capital baiana. Sendo a Bahia o lugar onde a diáspora africana manteve mais acesas as práticas religiosas originais, a abordagem da vida da cidade do ponto de vista do povo-de-santo é, assim, repleta de significados e de importância.

O fio que tece a trama é o enfrentamento entre o candomblé – tradicional religião afro-brasileira ritualmente vinculada à natureza – e a expansão imobiliária, um dos fenômenos decorrentes do crescimento e da modernização de Salvador. A dimensão ecológica do candomblé se revela na necessidade de espaço e ambientes naturais adequados para sua liturgia. Historicamente, os terreiros dispunham deste estoque de natureza, ocupando os arrabaldes da cidade, áreas isoladas alcançadas depois pela expansão urbana. A escassez desses elementos desafia, hoje, a criatividade dos terreiros de Salvador. Kosí euê kosí orixá (“sem folha não há orixá”), ecoa o provérbio iorubá, enfatizando o efeito deletério da redução de espaços verdes e da degradação de reservas naturais.

A intensificação da ocupação do solo urbano de Salvador alterou profundamente a dinâmica dos terreiros e de suas comunidades, impondo-lhes crescentes restrições espaciais, em situações que obrigam a adaptações e diferentes saídas: a luta para consolidar posições e territórios, a transferência para áreas mais periféricas ou a mera extinção. Tal contexto delineia o cenário em que o ex-bancário Bonfim – filho de uma yalorixá e de um jornalista de esquerda – persegue o objetivo de criar o “Jardim das Folhas Sagradas”. Neste intento, experimentará o sabor do amor e do desprezo, da amizade e da traição, compartilhando, com o espectador, o aprendizado do uso da força e da sabedoria ancestral do candomblé para a superação dos obstáculos construídos pelas contradições e conflitos da modernidade.

Site: www.jardimdasfolhassagradas.com

 

 

 

Tags:

4 Comentários para “Vem ai o filme Jardim das Folhas Sagradas”

  1. Roxanda disse:

    O filme já foi lançado? Onde posso assistir?

  2. Tatiana Freitas disse:

    Quando vai ser lançado? Fiquei sabendo que seria esse ano…mas vai ser exatamente quando? E onde?

  3. Luciene disse:

    Com certeza esse filme vai mostrar nao somente para o publico que esta envolvido nas religioes Afro Brasileira,como tambem ao publico leigo que a natureza faz parte do homem ,sem ela nao vivemos,e assim mostrar mais uma vez como e bonito e serio o trabalho dos terreiros! Kosi ewe cosi Orixa! Ewe Ossain!

Deixe um comentário

 
Governo da Bahia  ©2020 | IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia. Secretaria da Educação do Estado da Bahia.