IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia
TV Rádio Notícias Interatividade

Em maio tem Ó Paí, Ó, no palco do Teatro Vila Velha

Ó Paí, ÓUm dos maiores sucessos do teatro baiano, a peça Ó Paí, Ó, do Bando de Teatro Olodum, fará uma temporada especial no mês de maio de 2018, entre os dias 04 e 13/05, sexta e sábado, 20h e domingo, 19h, no Teatro Vila Velha. Os ingressos custam R$40,00 (inteira) e R$20,00 (meia) e podem ser adquiridos na Bilheteria do teatro (Passeio Público – Campo Grande) ou pelo site: WWW.ingressorapido.com.br

O espetáculo, que estreou em 1992 e já ganhou versões para o cinema e para a televisão, continua atual ao revelar, com humor e irreverência, as dificuldades dos moradores do Centro Histórico de Salvador, que encontram formas de resistência em meio aos conflitos de interesses econômicos, políticos e turísticos do local. Os hilários personagens da peça representam artistas, comerciantes, baianas de acarajé, prostitutas, lideranças comunitárias, músicos de bloco afro entre outros cidadãos baianos que presenciaram as transformações ocorridas no Pelourinho nas últimas décadas.

Elenco
O sucesso de Ó Paí, ó marca a trajetória do Bando de Teatro Olodum como uma das mais consolidadas companhias de teatro do país, com um corpo estável e uma linguagem própria, desenvolvida ao longo de 28 anos dedicados à arte negra e popular.  A direção de Ó Paí,óé de Márcio Meirelles, co-direção de Chica Carelli, as músicas originais e a direção musical de Jarbas Bittencourt, coreografia de Zebrinha e Iluminação de Rivaldo Rio.

Para esta temporada especial, o Bando contará com a participação de atores da montagem inicial, como Lázaro Machado, que interpreta a travesti Yolanda e Tânia Toko, que vive a comerciante Neuzão da Rocha, além de veteranos como Valdinéia Soriano (Dona Maria), Rejane Maia (Baiana), Cássia Valle (Dona Raimundo) e Jorge Washington (Seu Matias), Gerimias Mendes (Seu Gereba), Merry Batista (D. Joana) e grande elenco.

A montagem do Bando retrata um dia especial na vida desses diversos tipos que viviam no Centro Histórico: uma Terça-feira de Benção, quando a movimentação na área é ampliada e também as alegrias e sofrimentos dos moradores de uma região estigmatizada e abandonada pelas autoridades. Durante a Terça da Benção, os moradores encontram formas de se divertir, obter ganhos financeiros, afirmar suas identidades culturais e ainda enfrentam o extermínio de crianças da área a mando de comerciantes interessados na “limpeza étnica” do local para aumentar a atração de turistas. Tudo discutido com criatividade, consciência racial e humor, marcas definitivas das produções do Bando de Teatro Olodum.

Ó Paí, Ó 2 – O Filme
Enquanto dão vida aos personagens de Ó Paí, ó no palco do Teatro Vila Velha, os atores do Bando de Teatro Olodum se preparam para retornar às gravações da seqüência do filme homônimo dirigido por Monique Gardenberg, cuja primeiro estreou em 2007, levando os dramas e diversões dos moradores do Pelourinho para as telas de todo o país e gerando duas temporadas de uma série de TV.

O filme “Ó Paí, Ó 2”começou a ser rodado em Salvador, no mês de fevereiro, justamente nas celebrações às deusas das águas, que acontecem no bairro do Rio

Vermelho. Enquanto o primeiro filme da série se passava no Carnaval, o segundo se desenrola na Festa de Iemanjá. As gravações continuam em agosto contando com o elenco do Bando de Teatro Olodum e osatores Lázaro Ramos, Érico Brás, Luciana Souza e Dira Paes, entre outros nomes.

Ó Paí, Ó, do Bando de Teatro Olodum
De 04 e 13/05, sexta e sábado, 20h e domingo, 19h
Teatro Vila Velha (Passeio Público, Campo Grande – Salvador / 71.3083-4619)
Ingressos: R$40,00 (inteira) e R$20,00 (meia), adquiridos na Bilheteria do teatro (Passeio Público – Campo Grande) ou pelo site: WWW.ingressorapido.com.br
Realização do Bando de Teatro Olodum
Informações para Imprensa: 71.99205-5179 / 98873-7047 André Santana
Mais informações no site: www.teatrovilavelha.com.br

Tags: ,

Deixe um comentário

 
Governo da Bahia  ©2019 | IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia. Secretaria da Educação do Estado da Bahia.