Programas

As crônicas musicais do cotidiano de Baia

15 de julho de 2015
Baia (foto Ramom Moreira)

Foto: Ramom Moreira

Ele nasceu em Salvador, cresceu em Pernambuco e é radicado no Rio de Janeiro, onde trilhou uma carreira musical de formação roqueira e cheia de referências. O cantor e compositor Baia apresenta o Especial das Seis desta sexta-feira (17).

Atuante na cena carioca, o músico tem entre as principais influências os “roqueiros nordestinos”, termo pelo qual se refere a nomes como Alceu Valença, Zé Ramalho e, claro, Raul Seixas. Foi justamente através de um tributo a Raulzito no Circo Voador que a vida de palcos teve início. “Eu vi ali uma janela, porque eu dominava muito o repertório do Raul Seixas”, relembra.

O trabalho de Baia consiste em crônicas musicais do cotidiano, como acontece no compacto lançado em 2014, “Meu Facebook Is On The Table”, sobre as relações humanas na Era da Informação, e “Do Romantismo à Roma Antiga”. “É o ‘período romano’ no sentido mais direto de adoração ao sexo e à violência, o paganismo, passando pela Torre de Babel, onde o desejo individual é o que manda e está acima de tudo”, explica.

Neste Especial das Seis, vamos ouvir temas como “Habeas Corpus”, faixa-título do primeiro disco solo, lançado em dezembro de 2006.

Produção: Renato Cordeiro

O Especial das Seis vai ao ar pela 107.5 Educadora FM às 18h e também pode ser

ouvido online no portal www.irdeb.ba.gov.br/educadoraonline.