Programas

Paula Lima volta às raízes em novo CD

4 de novembro de 2014
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

No Especial das Seis desta quinta-feira (06), a cantora Paula Lima vai apresentar um trabalho que é, ao mesmo tempo, o sexto da carreira, o quarto da discografia solo e o primeiro exclusivamente voltado ao samba, intitulado “O Samba É do Bem”, produzido por Leandro Sapucahy.

A paulista diz que o álbum, lançado neste ano, representa uma volta às raízes, favorecida pelo repertório: “Tem aí composições inéditas de Arlindo Cruz, Ronaldo Barcellos e Serginho Meriti, entre outros bambas do samba. O disco tem também a participação do Gordinho, que é o maior instrumentista de surdo que grava no Brasil, então tem uma galera de peso tocando”, conta.

O disco tem arranjos de Jota Moraes, Wilson Prateado e Valério Brair, que se juntam aos músicos Mauro Diniz, Gordinho, Marcos Arcanjo, Nenê Brown, Bóris e Camilo Mariano, Luciano Broa, Layse Sapucahy, Raul Silva, Bruno Gama, Dircey Leita e Pícolo. No coro, “O Samba do Bem” reúne LG, Karla Prieto, Fabiano dos Anjos, Netti Bomfim e Renatinho Boka Loka.

Embora beba do samba, este não é o estilo predominante de Paula Lima, que é conhecida pelo funk e samba-rock. Mesmo antes da estreia solo, em 2001, a artista já mantinha relação com o ritmo nas passagens por grupos como Funk Como Le Gusta e a Zoma, ao lado de Curumin. A cantora tem forte influência de artistas como Quincy Jones, Ella Fitzgerald, Elza Soares, Gilberto Gil e Jorge Ben.

Neste Especial das Seis você vai ouvir faixas como “Me Prende a Você”, com participação de Xande de Pilares e “Quero o Que é Meu”, além da faixa que nome ao disco.

Produção: Susana Rebouças e Leto Vieira