Hora da Criança

05/10/2015 12:07:24

alt

A faixa de programação Hora da Criança, que vai ao ar de segunda a sexta-feira, ganha três novas atrações a partir de outubro: “Daniel Tigre” (9h10 e 13h45),”Bita e os Animais” (13h30), e “X-Coração” (16h10). Além disso, ela ficará mais tempo no ar: pela manhã, das 8h15 ao meio-dia, também aos sábados, de 8h15 às 12h30; e à tarde, de segunda a sexta-feira, amplia a duração em uma hora, das 13h às 17h.

A atração “Daniel Tigre”  mostra como um filhote de tigre de quatro anos mistura timidez e coragem para aprender e enfrentar os desafios da infância. Com a ajuda dos seus vizinhos, família e amigos - Coruja O, Príncipe Quarta-feira, Elena e Katerina – o protagonista se diverte enquanto aprende as habilidades necessárias para lidar com a rotina da escola e os desafios da vida. Voltado para crianças em idade pré-escolar, o desenho tem 40 episódios de 22 minutos.

A série musical ”Bita e os Animais” é outra novidade para os pequenos. Com clipes que apresentam diversos bichos, da fazenda, da floresta, de estimação e até os dinossauros, o simpático Bita, que usa cartola e vestimentas que remetem ao ambiente circense, toca instrumentos para levar informação para a garotada. Prepare-se porque as canções podem grudar na cabeça feito chiclete. Com 11 episódios de dois minutos e meio, a produção da pernambucana Mr. Plot reúne o bonachão Bita, a sonhadora Lila, o curioso Dan e o esperto Tito.

Já o seriado “X-Coração” conta as aventuras de três amigos que formam uma banda de rock e sonham com o sucesso. Enquanto o estrelato não chega, o vocalista Alex divide seu tempo entre os ensaios e o seu trabalho como chapista de uma lanchonete, onde sua especialidade é o x-coração – um clássico da culinária gaúcha. A animação tem 26 episódios de 11 minutos cada e foi realizada pela produtora gaúcha Cartunaria em parceria com a GÊNESiS.

Toda a programação infantil da TVE / TV Brasil é pautada em valores humanos e afirmativos, com desenhos animados que não expõem a criança a conteúdos apelativos ou violentos. Com isso, as emissoras dedicarão mais de 41 horas semanais da grade ao público infantil.